As melhores fotos micrográficas de 2010


No final do ano passado, a Nikon anunciou os vencedores do Concurso Internacional de Micrografias.

A competição foi criada em 1974 especialmente para aqueles que gostam de tirar fotos de microscópio. Olhando para o mundo dos animais, plantas e minerais com novas tecnologias e ferramentas diferentes, os competidores deste ano ofereceram imagens de formações de cristal, estruturas de rede e outras imagens bem legais. Confira…


1. Cabeça de uma larva, ampliada 30 vezes, feita pelo francês Fabrice Caen.


2. Ampliada 400 vezes, células no cerebelo. Por Thomas Deerinkom, de San Diego.


3. Olhos de mosca durante a noite. Foto aumentada 10 vezes, por Kondridzha Knight Lori, Inglaterra.


4. Foto de enxofre ampliada 63 vezes. Por Dr. Edward Gafford, California.


5. Pequenos ossos de um sapo em desenvolvimento. A imagem está ampliada 20 vezes. Por Dr. Mike Klimovsky, da Universidade do Colorado.


6. Duas células de câncer. A imagem está ampliada em 100 vezes e foi conduzida pelo Dr. Paul D. Andrews, da universidade de Dundee, na Escócia.


7. Gemas de rosas. A imagem está ampliada em 6 vezes. Feita por David Millard, do Texas.


8. Radiolários com aumento de 250 vezes. A foto foi tirada no Reino Unido.


9. James Nicholson, do Instituto de Pesquisa em Charleston, Carolina do Sul, fez a imagem de um cogumelo coral, mostrando fluorescência de proteínas natural em sua boca.


10. Algas vermelhas ampliadaa 250 vezes. Por Dr. Arlene Vechezak, Washington.


11. Sonjayarvi Honkakoski Pekka, da Finlândia, fez com que o floco de neve de cristal fosse ampliado 40 vezes.


12. Mosca aumentada 10 vezes, por Laurie Knight.


13. Células subcutâneas do rato. Aumentado em 20 vezes, por Rafael Pennesom de Lausanne, na Suiça.


14. Briozoários com aumento de 20 vezes. A foto foi tirada por Jocelyn Cheng Rochester, do Institute of Technology.


15. Segmentos da perna de uma tarântula, aumentada 40 vezes, por Pinnegarom Tirelom nanimo, no Canadá.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!