Caneta que passou 25 anos no estômago de idosa ainda escreve

Sabe aquele ditado que diz: “morro, mas não vejo tudo”? Ele poderia ser perfeitamente aplicado nessa história.

Uma britânica de 76 anos foi submetida a uma cirurgia para remoção de uma caneta que estava alojada em seu intestino.

De acordo com o Metro, o objeto havia sido engolido há 25 anos quando ela examinava suas amígdalas. Entretanto, apesar de contar o que aconteceu, ninguém levou a história a sério, já que nenhum raio-X feito na época tinha identificado a caneta.

Com o tempo, a mulher começou a sofrer de severa perda de peso e diarreia, sendo levada às pressas para o hospital. Mas foi só depois uma tomografia computadorizada que o estranho objeto foi encontrado.

Curiosamente, apesar de já estar fortemente corroída pelo ácido estomacal e um pouco pegajosa por conta do plástico derretido, a caneta ainda escrevia. “Hello” (Olá) foi a frase escrita por um dos médicos para comprovar a bizarra história.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!