Cantor simula sexo com menina de 14 anos em show

O cantor de rap americano Akon, 25 anos, é acusado de simular sexo com uma garota de 14 anos em show realizado em Trinidad na última semana. Nesta quinta-feira, um vídeo com as cenas foi divulgado na Internet, informou o site HollywoodGrind.

Segundo o site, o cantor teria chamado sete garotas ao palco, para que “dançassem como vadias”. Uma das garotas teria se insinuado para o cantor, que simulou posições sexuais com a menor de idade por cerca de um minuto, sob gritos de euforia da platéia.

Representantes do cantor dizem que o “concurso” nunca existiu. Akon é filho do percussionista de jazz Mor Thiam, e ficou conhecido por músicas como Lonely e Smack That, parceria com o rapper Eminem.

Akon é muçulmano convertido e adepto da poligamia, sendo casado com três mulheres. O cantor tem uma turnê com a cantora Gwen Stefani marcada para este semestre.

Veja o vídeo e mais algumas fotos. (Não possui cenas de sexo e é mais ‘light’ se comparado com muitos ‘artistas’ que se apresentam nos finais de semana na TV).

Quem culpar nessa hora? A casa de shows que permite a entrada de menores nesse tipo de espetáculo, os pais que permitem passivamente sua participação, a garota (fez porque quis) ou do cantor?

Compare preços de:
Celular | PS3 | Webcam | Miniaturas de bonecos | Disco de Vinil | Fotografias antigas

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!