Concurso premia melhores microfotografias do mundo


O concurso Nikon Small World já é tradicional. Desde 1974, ele premia as melhores fotos tiradas com a ajuda de microscópio. A fama do concurso é tamanha, que fotógrafos de todo o mundo se inscrevem.

O Daily Mail reuniu alguns finalistas, que teve a brilhante participação de um brasileiro conseguiu ficar entre os 9 primeiros colocados. Confira à seguir todas as imagens.


Em nono lugar, Bernardo Cesare, da Universidade de Pádua, com ampliação de cinco vezes de uma rocha magmática.


A oitava colocação foi de Lloyd Donaldson, da Nova Zelândia, com a ampliação de 200 vezes de fibras de algodão.


Sétimo lugar para Shirley Owens, de Michigan, que capturou a foto do tricoma da espessura de um cabelo em uma trepadeira. A foto foi ampliada 450 X.


O sexto lugar pertence a Havi Sarfaty, que registrou as escamas de um peixe, com ampliação de 20 X.


O quinto lugar ficou com o brasileiro Bruno Vellutini, da USP, com a ampliação de 40 vezes de uma estrela do mar.


Em quarto lugar, a foto do ovário de um peixe-diabo, registrada por James Heyden, ampliando 4X.


O terceiro colocado foi Pedro Barrios-Perez, que registrou a fabricação de semicondutores, com ampliação de 200 X.


Gerd Guenther, foi o segundo colocado, com a foto da haste da flor da ‘Sonchus asper’, ampliada 150 X.


O primeiro lugar foi da foto da planta Arabidopsis Thaliana, feita por Heiti Pavez, com um zoom de 20X.

Já acessou o iG Jovem hoje?

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!