Conheça a última mulher chinesa com os pés modificados

pes_01
Ela é a última chinesa que ainda conserva pés bem diferentes da maioria das mulheres. Aos 102 anos, Han Qiaoni teve os dedos dos pés quebrados quando ainda tinha dois anos de idade.

Milhões de mulheres chinesas eram obrigadas a transformar seus pés em “lótus de ouro”. Um símbolo de status que ajudava a arrumar bons casamentos.

A prática foi proibida pela primeira vez em 1912, mas algumas famílias mantinham a prática em segredo.

pes_02

pes_03

Mais tarde, ela foi banida por inspetores que poderiam emitir multas para quem obrigasse as meninas a modificar os pés.

Acredita-se que entre 40 e 50% das mulheres eram obrigadas a passar pela dolorosa modificação.

O ritual começava com o corte de unhas e imersão dos pés em água quente para amolecer o tecido e ossos.

Depois, os pés eram massageados e encharcados com um composto químico, todos os dedos, exceto o dedão, que seria quebrado e dobrado sob a sola.

pes_04

pes_05

Os dedos dos pés, então, eram guardados juntamente com uma bandagem de algodão.

A ligadura era removida a cada dois dias, para permitir que eles seriam lavados para evitar infecção.

E não termava aí. As meninas eram encorajadas a caminhar longas distâncias para que o peso esmagasse os pés.

pes_06

pes_07

Via

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!