Curiosidades sobre as eleições que pouca gente sabe

Eleições chegando e nunca é demais conhecermos mais um pouco a respeito dos candidatos que desejam passar os quatro próximos anos num cargo público. Bem verdade, talvez estas curiosidades não influenciem no seu voto, mas todo conhecimento é válido.

A candidata à prefeitura de Cascavel, Idalina Barreiros (foto), do PP, possui um dos maiores patrimônios declarados à Justiça Eleitoral. Ela afirma ter quase R$ 9 milhões em bens. Entretanto, Idalina não é a única e está longe de ter a maior declaração de bens do Brasil.

Em Sorriso (MT), por exemplo, o candidato Dirceu Rossato afirma ter mais de R$ 52 milhões em bens, segundo seu registro de candidatura. São tantos bens, que fica difícil colocar em uma única imagem.

.
.
.
.

Vagner Meira, candidato à prefeitura de Corumbiara, Rondônia, possui uma campanhas mais econômicas do Brasil. Ele afirma que gastou apenas R$ 500 em panfletos.

A declaração é do candidato a vereador, Zé Vilson, que afirma que o cabeça de chapa “não tem nem crédito no celular. Nem bônus, para falar a verdade”.

Eles acreditam que é possível vencer os adversários apenas usando a força da retórica.
.
.
.
.

O mais jovem candidato a prefeito do Brasil está em Traipu (AL). Elvson Teixeira de Melo tem apenas 20 anos.

De acordo com a Justiça Eleitoral, a idade mínima para se candidatar a prefeito é 21 anos, porém completados até a data da posse.

Além de Elvson, o Brasil conta com mais 10 representantes jovens com menos de 21 anos nas cidades de Chaval (CE), Pirambu (SE), Belém do Piauí (PI), Araioses (MA), Santa Brígida, Seabra (ambas, BA) e Barra de Santana (PB). Completam o grupo Ibirité (MG) e Praia Norte (TO).
.
.
.
.

O mais velho candidato à disputa de prefeitura no Brasil é Sebastião Biazzo, do PMDB de Aguaí, São Paulo.

Sebastião tem 89 anos e já foi prefeito em outras cinco ocasiões.
.
.
.
.

Do total de candidatos, 164 são homens e 28 são mulheres. Seis capitais não possuem mulher na disputa ao cargo de prefeito: Salvador (BA), Fortaleza (CE), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Teresina (PI) e Natal (RN).
.
.
.
.

75% dos candidatos a prefeito declaram ter o ensino superior completo
2 candidatos a prefeito (Fortaleza e Porto Velho) não possuem o ensino fundamental
7% possuem o ensino médio completo
1% possui escolaridade abaixo do ensino médio

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!