E-mail ‘engraçadinho’ faz funcionária perder o emprego

Há vários anos o bom senso tem tentado motivar as pessoas a evitar situações constrangedoras, no entanto, nem todo mundo leva isso em consideração. A britânica Holly Leam-Taylor, de 22 anos, experimentou isso da pior forma: perdendo o emprego após enviar um e-mail comprometedor.

No e-mail, enviado dia 8 de dezembro, Taylor, que aparece no lado direito da foto, perguntava a suas colegas quais homens do escritório elas consideravam mais atraentes. Ela listou nove categorias, incluindo, “meninos que provavelmente você levaria para a cama” e “mais atraente veterano da empresa”.

De acordo com o The Telegraph, o correio eletrônico era apenas destinado a um pequeno grupo dentro do escritório, mas rapidamente tomou os computadores fora do prédio e dentro de algumas horas milhares de usuários já haviam recebido.

O e-mail começava assim: “Então meninas… estou há cerca de 4 meses na Deloitte, por isso acho que deveríamos fazer um tipo de cerimônia de premiação para nós mulheres sobre as coisas que realmente importam no trabalho – os meninos!”

Como a mensagem tomou fôlego, Taylor foi informada que estaria sujeita a um processo discilplinar que poderá levar à sua demissão. No entanto, ela não aguentou a pressão e pediu demissão.

“Obviamente, nunca pensei que o e-mail fosse chegar a esse nível de consciência. A maioria das pessoas reconhecem que o que eu escrevi foi com boa intenção, mas percebo que não foi a melhor ideia”, encerrou.

Já acessou o iG Jovem hoje?

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!