Escritor experimenta placenta da própria mulher: “sangrento e metálico”

comendo_placenta_01
A ideia de comer carne humana já seria repugnante e inconcebível para a maioria das pessoas. Mas comer a placenta da própria esposa é algo extremo.

Nick Baines, um escritor de gastronomia e viagens, tomou esta decisão porque, segundo ele, discutiam sobre isso desde que ela ficou grávida.

“Conforme eu temperava, o vermelho brilhante da placenta se tornava mais atraente do que muitas miudezas de carne com que já lidei e parecia muito apetitoso. A carne era rica, de qualidade e suave”, descreveu o Daily Mail.

O primeiro prato que Baines preparou foi a própria placenta com tacos. No dia seguinte, ele usou algumas partes para fazê-las com smoothie.

comendo_placenta_02

comendo_placenta_03

No começo, era um sabor distinto de banana, que foi substituído por uma nota de fundo sangrenta e metálica. O gosto era exatamente igual ao cheiro da sala de parto”.

E você, teria coragem?

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!