Fotógrafa retorna a Fukushima 10 anos após desastre nuclear e mostra o que restou

Era 11 de março de 2011 na província japonesa de Fukushima. O dia em que um terremoto atingiu o local e um tsunami atingiu a usina nuclear que entrou em colapso.

Uma exploradora de espaços abandonados foi até a província e registrou através de fotos o que restou do local. Tudo está abandonado e curiosamente longe de vandalismo, o que seria previsível em outros lugares do mundo.

Mais de 160.000 pessoas fugiram de uma área de 800 quilómetros quadrados – aproximadamente o tamanho da cidade de Nova Iorque – em torno da central nuclear enquanto a fuga radioativa se espalhava. Muitas pessoas ainda não regressaram a casa.


Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!