Fotógrafo usa esferas inseridas pelo computador para mostrar que as minas destroem mais do que eles produzem

Em uma série chamada “Por que vale a pena”, o fotógrafo sul-africano Dillon Marsh leva sua câmera até algumas minas espalhadas pelos EUA e usa maquetes em CGI dos minerais explorados por elas para mostrar o que cada uma delas conseguiu explorar, em comparação com o que destruíram da natureza.

Kimberly Diamond Mine

mina_01
Operacional a partir de 1871, até 1914, a mina ocupava mais de quatro campos de futebol. Mas, apesar do enorme tamanho, ela só produziu 14,5 milhões de quilates de diamantes – pedras suficientes para preencher apenas três pequenos baldes.
mina_02
 
 
 

Koffiefontein Diamond Mine

mina_03
Esta mina de diamantes foi inaugurada em 1870 e fechada apenas no início de 2014. Ela não era rentável até o final do século XIX. Ela produziu meros 7,6 milhões de quilates de diamantes, mostrados aqui nessa pequena esfera.
mina_04
 
 
 

Jagersfontein Diamond Mine

mina_05
Jagersfontein (1871 – 1969) é conhecida por produzir dois dos maiores diamantes já descobertos, o Excelsior e o Reitz (chamado de Jubilee). No seu fechamento, só tinha produzido 9.520.000 quilates, representado pelo pequeno balde abaixo. A cidade ao seu redor nunca se recuperou do vácuo que os trabalhadores deixaram.
mina_06
 
 
 

Blue Copper Mine

mina_07
Esta foi a primeira mina de cobre comercial da África do Sul, inaugurada em 1852. Esta bola representa as 3590 toneladas de cobre retirados da mina no momento que fechou, em 1912.
 
 
 

West O’okiep Copper Mine

mina_08
Esta mina funcionou a partir de 1862 até início dos anos 70. Para extrair 313 mil toneladas de cobre, representadas por esta bola, os mineiros tiveram que criar um buraco tão grande que se tornou um lago gigante.
 
 
 

​Nababeep South Copper Mine

mina_09
Esta bola representa os 302.791.65 toneladas de cobre extraídos da mina entre 1882 e 2000.
 
 
 

Tweefontein Copper Mine

mina_10
Operacional de 1887 à 1904, esta mina só produziu 43 mil toneladas de cobre.
 
 
 

Jubilee Copper Mine

mina_11
Esta mina produziu apenas 7.165 toneladas de cobre: um volume que é engolido quase que instantaneamente pela indústria eletrônica. Infelizmente, as cicatrizes deixadas por ela vão ficar por muito tempo.

Marsh espera que as imagens ajudem as pessoas a questionarem as escolhas que a sociedade de consumo faz e de como isso acaba influenciando na mineração.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
À Toa na Net Garotas de Programa Tenso Acompanhantes SP O Macho Alpha
Comenta aí, butequeiro!