Frases célebres do mundo do futebol

Narciso, do Santos, chega em casa do supermercado com a esposa. Estaciona a Blaser, tira as compras e coloca no carrinho comum a todos os condôminos.
Saindo com algumas sacolas na mão, a esposa, de longe, pergunta:
– Benhê, você ponhou as compras no carrinho?
E Narciso, atrapalhado com o restante das mercadorias:
Ponhei, sim.

Mengálvio, ex-meia do Santos, em telegrama mandado a família quando em excursão à Europa:
Chegarei de surpresa dia 15, às duas da tarde, vôo 619 da VARIG…

Josimar ao ser perguntado o que ele achou do jogo:
– Bom, eu não achei nada, mas o meu companheiro ali achou uma correntinha, acho que é de ouro, dá para ele vender!

Comentário de Garrincha, durante a comemoração da conquista da Copa do Mundo em 58:
– Campeonatinho mixuruca, nem tem segundo turno!

Garrincha, em 62 no Chile, reparando no uniforme dos ingleses:
– Você viu Didi??… o São Cristóvão está de uniforme novo!

Jogo entre Portuguesa e Colorado no Canindé, e houve um apagão no estádio. Após verificar o que tinha havido, o repórter de campo Lero, responde ao narrador:
– Olha Fernando, um gato entrou no meio do transformador, e veja só, ele se transformou numa verdadeira tocha humana

Nunes, aquele, estava deixando o campo contundido. O repórter pergunta se a contusão é grave. Nunes simplesmente responde:
– Não moço, meu estado não inspira gravidez, não…

Nunes, ex-centroavante do Flamengo, autor de diversas “pérolas”, foi também o autor desta:
– Graças a Deus tive sucesso tanto na minha vida futebolística, quando na minha vida humana

Luciano, jogador do juvenil da Portuguesa Santista, reclamando com o juiz, sobre um gol anulado por impedimento:
– Seu juiz, juro que o gol foi legível

Túlio, o falastrão, apontando o motivo pelo qual não estava repetindo seu outrora bom futebol:
– O time estava com um esquema mais difícil. Eu sentia que estava saindo das minhas características e isso me prejudicava. O melhor é simplificar. Mas é dificil fazer o fácil

Alvaro, zagueiro do São Paulo, comentando sobre porque Levir Culpi teria substituído Rogério Pinheiro por ele, Alvaro:
– O Levir me colocou, porque sou mais motivacional.

Elivelton, um dos ciganos do futebol, atualmente… onde?, falando sobre a quantidade de faculdades existentes em sua cidade natal:
– Realmente, minha cidade é muito facultativa.

João Pinto, jogador do F.C. Porto (de onde?):
– Não foi nada especial, só chutei com o pé que estava mais à mão…

Nunes, ex-centroavante do Fla, descrevendo um gol:
– Bem, eu chutei, ela foi indo, indo e ..iu

Claudiomiro, então jogador do Inter, chegando para um jogo pelo Campeonato Brasileiro em Belém do Pará:
– Orgulho-me por vir jogar na terra onde Jesus nasceu.

Ferreira, ex-ponta esquerda do Santos, ao ser entrevistado pela Rádio Tribuna:
– Legal mesmo é jogar no México. Lá a gente recebe semanalmente, a cada quinze dias…

Jardel, ex-craque do Gremio, hoje sei lá onde:
– Clássico é clássico e vice-versa

Vicente Matheus, aquele:
– Jogador tem que ser completo, tem que ser como o pato, que é aquático e gramático.
Outra do mesmo:
O difícil, como todos sabem, não é fácil

Galvão Bueno, antes do amistoso entre Brasil e Inglaterra, durante a falha na iluminação de Wembley:
– O juiz deverá adiar a partida para depois
Acho impossivel adiar para antes!

Vicente Matheus, aquele, inquirido por sua secretária:
– Doutor, cachoeira, se escreve com “ch”, ou com “x”?
Obviamente ignorando esse pequeno detalhe de ortografia, Matheus limitou-se a responder:
– Filha, escreve queda d’água, que dá no mesmo…
A mesma secretária pergunta pro Matheus:
– Doutor, to fazendo um cheque de Sessenta pro fulano….sessenta se escreve com um ou dois “s”?
– Faz dois cheques de Trinta, pô!!

“Joia” do locutor Aloisio Parente, descrevendo a inauguração do Estádio Olimpico, de Porto Alegre:
– O estádio é suntuoso, com uma vista belíssima. Fica quase no centro da Capital. À sua direita, o belo Rio Guaíba, à esquerda, uma das principais avenidas, e, na parte sul, o mais procurado de todos os cemitérios da cidade de Porto Alegre, onde vivem os mortos mais ilustres da cidade

Jardel, ex-atacante do Grêmio, e atualmente no…no…deixa pra lá.:
– Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe”

Josimar, ex-lateral do Botafogo e da Seleção Brasileira, ao ser inquirido pelo repórter de campo (sempre oportunos) o que faria com o Motorádio que iria receber como o melhor em campo:
– A moto eu vou vender e o rádio vou dar para minha tia

Lula, que foi o técnico do Santos no período áureo da Era Pelé, foi autor de frases famosas, tais como:
– Vocês quatro, formem um triângulo no meio do campo.
– Não se desajuntem, vamos jogar indo e vindo.

Vicente Matheus, sempre ele:
– Vou dar uma anestesia geral para os sócios com mensalidade atrasada.

Via Mdig

Compare preços de:
Celular | PS3 | Webcam | Miniaturas de bonecos | Disco de Vinil | Fotografias antigas

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!