Homem entra em coma após ser picado por mosquito

O pintor e decorador de 35 anos contraiu um vírus pouco conhecido, o chamado Triplo E, em uma pescaria no Estado americano de New Hampshire.

O vírus causa a doença Encefalite Eqüina Oriental (EEE, na sigla em inglês), considerada uma das mais graves doenças transmitidas por mosquitos na América do Norte.

A doença ocorre principalmente na região leste dos Estados Unidos e sua taxa de mortalidade chega a 35%.

Nicholson está internado em um hospital de Edimburgo, na Escócia. Se ele sobreviver, a expectativa é de que ele fique com seqüelas para o resto da vida.

Nicholson viajou aos Estados Unidos em julho para uma pescaria durante suas férias de seis semanas. O pintor começou a apresentar os sintomas no dia 31 de agosto, um dia depois de voltar pra casa.

O escocês apresentou sinais de cansaço e picadas de mosquito nos tornozelos. No dia 2 de setembro, entrou em coma.

A doença foi diagnosticada apenas no dia 13 de setembro. Segundo a irmã do pintor, Sharan McKenzie, os médicos afirmaram que este é o primeiro caso do vírus Triplo E descoberto na Europa.

“Ninguém pensa que existe risco se for picado por um mosquito em lugares como os Estados Unidos ou Espanha. Então, não tínhamos idéia de como isso seria terrível. Quanto mais pessoas souberem (sobre a doença), melhor será”, acrescentou a irmã de Nicholson.

Os sintomas da doença são parecidos com os de uma gripe, mas podem evoluir para inflamação no cérebro, coma e morte.

Os registros da doença nos Estados Unidos mostram que 220 casos do vírus Triplo E foram confirmados entre 1964 e 2004, uma média de cinco por ano.

Os primeiros casos foram registrados em Massachusetts, em 1831, com a morte de 75 cavalos. Os primeiros casos em humanos foram registrados em 1938, quando 30 crianças morreram no nordeste dos Estados Unidos.

Original [em inglês ]

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!