Homem trabalhou como falso dentista durante 29 anos

A polícia da Malásia prendeu um homem que trabalhava como dentista há 29 anos, sem ter recebido nenhum treinamento médico. O homem tratava os pacientes na própria casa, em uma cadeira de dentista totalmente inadequada, da década de 40.

O mais próximo que o impostor chegou da profissão de dentista foi entre 1962 a 1978, quando trabalhou como assistente de um dentista do exército. No entanto, segundo reportagem do “New Straits Times”, tudo o que ele fazia na época era carregar a mala do profissional em visitas às casas de agricultores.

“Eu observava o doutor diagnosticar e tratar problemas nos dentes”, declarou o homem, cuja identidade não foi informada, quando os policiais invadiram sua casa nesta semana.

“Também via como ele extraía dentes e fazia moldes para dentaduras”, completou.

O homem de 63 anos havia convencido os vizinhos que era um dentista aposentado do exército. Segundo o jornal, ele cobrava R$ 12,00 pelas extrações de dentes e R$ 76,00 para fazer dentaduras.

Os oficiais do departamento de saúde apreenderam antibióticos, analgésicos, seringas e frascos de remédios chineses durante a operação de busca, mas foram necessários mais de seis homens para retirar a cadeira da década de 1940.

O homem foi preso sob acusação de prática ilegal da odontologia e enfrentará acusações de acordo com a lei de serviços e instalações de saúde privada da Malásia. Ele pode ser multado em até R$ 18 mil ou cumprir pena de seis anos de detenção, ou ambos.

G1

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!