Ilusões de óptica: Quando os olhos se confundem

Ao vermos determinadas imagens, o que enxergamos é sempre, em certa medida, uma ilusão. Nosso cérebro trabalha incessantemente para processar as informações. Tal quantidade de dados precisam de alguma maneira serem condensados e isso implica em alguns erros de percepção.

A seguir temos dois exemplos de ilusão de óptica.

No primeiro, que não é recente, mas muita gente não conhece, a imagem faz com que você tenha impressão que sua mão está crescendo. Basta que você clique na imagem abaixo e olhe para o centro da animação durante 30 segundos, depois olhe para sua mão ou algum objeto ao seu redor. Não aconselhável para pessoas que sofram de epilepsia.

No segundo, o cérebro se confunde ao ver a imagem imperfeita de uma pessoa de cabeça para baixo, misturando a imagem que já conhecemos com o efeito do vídeo, perdendo a capacidade de diferenciar as imperfeições. O nome dessa ilusão é Thatcher. Veja o vídeo abaixo.

Mais informações interessantes, no Buteco e no iG Jovem.

Via MDig

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!