Publicidade

Publicidade
19/10/2009 - 00:02

Você já viu um tiro em câmera super lenta?

Compartilhe: Twitter

Uma das invenções mais curiosas dos últimos tempos, sem dúvida foi a bala. No vídeo a seguir, você pode ver vários disparos de calibres diferentes e seus impactos nos objetos, tudo isso captado através de uma impressionante câmera que registra tudo em 1 milhão de quadros por segundo. O vídeo é absolutamente fascinante.

Já acessou o iG Jovem hoje?

Autor: - Categoria(s): Video Tags: , ,

Ver todas as notas

17 comentários para “Você já viu um tiro em câmera super lenta?”

  1. bart says:

    legal!! 1°

  2. PaulTechNox says:

    sinceramente impressionante *—–*

  3. Débora ( Maceio) says:

    =O (IMPRESSIONANTE.)

  4. Msc. MOZART says:

    “AGORA IMAGINA UMA PORRINHA DESSAS TRANSPASSANDO A CARNE E OSSOS!!!!!”

  5. TOTAL ALIEN says:

    A BALA É UMA INVENÇÃO MUITO ÚTIL !!!

  6. TOTAL ALIEN says:

    A BALA É UMA INVENÇÃO MUITO ÚTIL !!!

  7. Alex-Chess says:

    podiam mostrar em animais sendo abatidos para fins alimentícios.

    seria interessante também.

  8. […] This post was mentioned on Twitter by Gilberto, Gilberto. Gilberto said: http://bit.ly/FKmQ2 […]

  9. ArmandoK says:

    Muito interessante e muito apavorante. Como um metal pode se desintegrar dessa forma? Impressionante!

  10. Marcos Cobra says:

    Muito interessante,e util para estuda de balistica,já que da pra saber o comportamento do projetil quando de encontro com um obstaculo,impressionante quem o fez esta de parabens…

  11. Social comments and analytics for this post…

    This post was mentioned on Twitter by gil_dohr: http://bit.ly/FKmQ2 Tiro em Camera Super Lenta…

  12. GR says:

    só uma coisa:
    IXCROTO

  13. Sho says:

    nossa, a calibre 12 faz um estrago danado hein ;x

  14. febagato says:

    Invenção mais curiosa dos ultimos tempos foi a bala???
    De qual sabor????

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo