Publicidade

Publicidade
02/07/2010 - 00:03

Vídeo que ficou famoso na internet rende US$ 150 mil

Compartilhe: Twitter

Se você achava que ficar famoso por causa da internet só trazia fama, está enganado, também é possível ganhar muito dinheiro. Pelo menos foi o que aconteceu com David DeVore e sua família.

Para quem não lembra, David DeVore ficou conhecido pelo vídeo que mostra suas hilárias reações após sair do consultório dentário sob efeito de um gás anestésico.

O vídeo, que foi publicado pelo pai do garoto, rendeu mais de 150 mil dólares desde que tornou-se conhecido na internet.

Segundo relatou o site Business Insider, o vídeo inicialmente foi feito para ser compartilhado entre amigos e familiares. Seu pai, que também se chama David, comentou que era para compartilhá-lo com apenas 25 pessoas, mas, ao invés de configurar como “privativo”, o vídeo foi colocado como “público”.

A decisão aparentemente sem importância desencadeou um turbilhão de mudanças na família DeVore. Dentro de apenas quatro dias, “David depois do dentista” recebeu 3 milhões de visualizações no Youtube e transformou o garoto numa celebridade da internet. O pai largou o emprego no setor imobiliário e a família começou a vender camisetas com desenhos do garoto.

Percebendo que a brincadeira poderia tornar-se num negócio lucrativo, a família de David decidiu aderir ao sistema de parceria do Youtube. Depois vieram convites para participar de comerciais e entrevistas. Em pouco mais de um ano, a família tinha alcançado mais de 150 mil dólares.

Enquanto a família continua ocupada em encontrar formas de rentabilizar o sucesso fora do vídeo, o jovem David preocupa-se apenas em jogar futebol e tomar aulas de violão.

“Ele não está interessado em se tornar uma estrela da TV, é apenas um garoto normal”, declarou seu pai.

Cerca de US$ 7 mil foi dividido entre uma ONG dedicada à cura de deformidades faciais, tais como lábio leporino, para o dentista local e para a igreja que a família frequenta.

Se você quiser ver o vídeo, clique aqui.

Autor: - Categoria(s): impressionante, Inusitadas, Video Tags: , , , ,

Ver todas as notas

19 comentários para “Vídeo que ficou famoso na internet rende US$ 150 mil”

  1. Patty Bull says:

    Isso não acontece comigo… 🙁

  2. Jeff says:

    Americano vende gelo no Alasca……

    Capitalismo corre na veia deles……

  3. Vanessinha says:

    minha nossa
    q P&%%@ é essa?

  4. […] This post was mentioned on Twitter by Marcel Camargo Melfi, Blogopolis. Blogopolis said: Vídeo que ficou famoso na internet rende US$ 150 mil http://bit.ly/cbkC3A […]

  5. brunno's says:

    pois é ! quanta gente passando fome
    enquanto so por um simples video
    im garoto consegue arrecada este valor
    que vergonha hem!!!!!

    • Anya says:

      Não fique com inveja só pq o cara teve sorte na vida.

      • deia says:

        hahahahhahahaha
        é isso aí!!!
        o conversinha chata essa de pessoas passando fome e nao sei o q….
        pessoas passando fome tudo bem é um absurdo, mas ele teve sorte, fazer o q, né?!?!?! rsrsrsrs

        • Ellô says:

          Entaum, pra gente ajudar tem que ter condições financeiras também!!! Não é passando fome junto que resolverá o problema…

  6. silmara says:

    e ainda dizem que não há formas de ganhar dinheiro fácil

  7. Anya says:

    Espera só qdo eu tiver um filho…

  8. yo says:

    essas propagandas no meio do texto enchem o saco hein??? puta merda .. assim desanima ler a noticia

  9. Walber says:

    Ow galera pelomenos o pai doou 7 mil dolares a uma OGN ,tem gente que ganha MILHOES e na doa nada!

  10. BOLINHA says:

    Patty Bull, é pq seu pai não sabe administrar seus defeitos 😀

  11. poliuretano says:

    O negócio é fazer bons vídeos!!!!

  12. biulinha says:

    Ô SORTE HEIN!!!!!!!
    cumé q podi né
    vo dá uma passada no meu dentista, e vou levar minha camera
    VAI Q COLA!!!!!!!!!!♫
    uhuuuuuuuuuuuuuu
    sérião mano, se eles ganharam esse dinheiro e fama é porque talvez eles até mereciam
    é Deus na vida deles!!!!!!!

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo