Publicidade

Publicidade
24/08/2010 - 12:00

Coisas que só acontecem no trânsito

Compartilhe: Twitter

Quem já se envolveu acidente de trânsito, percebeu que às vezes ele acontece tão rapidamente que não dá para lembrar. O sujeito do vídeo abaixo fugiu à regra e vai poder lembrar por muito tempo.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, fail, Flagra, Video Tags: , ,

Ver todas as notas

18 comentários para “Coisas que só acontecem no trânsito”

  1. bart says:

    heuheuhe cara buzino aquela pro carro da frente ou pra galera q tava passando de moto a li do lado?

  2. vladimir says:

    shsushushsuhsushu.. me caguei de ri…..

  3. Pedro says:

    tá o acidente foi massa, a mulher se desculpando… HAIUEHAIWEHAWIUE, mas WTF esse cara da moto? começa o vídeo com as perna pra cima, dps ele da um berro HAUIHUIAHIUAHAIUIUA

  4. Maia says:

    arebaba…

  5. Douglas says:

    É tinha que ter uma mulher pra causar algum acidente suahsuahs

  6. fernando says:

    aheuaiheaiuea IM SORRY IM SORRY

    o cara deve ter dado mais risada do que ficado com raiva

  7. beré says:

    Tentar parar a moto colocando os pés no chão é fodz, o cara pode até rir mas o dono do Civic, acho que não gostou !

  8. A lei do transito says:

    Aquele ditado: “Mulher no volante, perigo constante”

  9. qpiada says:

    puta que pariu, se a mina não consegue fazer uma curvinha simples, não sabe nem freiar, por que é que ela está andando de scooter então??? ridículo demais.

  10. URSINHOPIMPS says:

    MULHER SÓ FAZ MULHERZISSE!

  11. LXB360 says:

    Como sempre as mulhers são um desastre em quase tudo!!! Devemos proibir as mulheres de operar qualquer veiculo, seja ele: Motos, bicicletas, aviões e principalmente carros!!!! Só assim havera paz no transito.

  12. Thiago says:

    hahaha grandes feitos do sexo feminino hahahaha

  13. Visionário says:

    Quando alguém zomba, ficam logo com raiva…!!!

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo