Publicidade

Publicidade
27/04/2011 - 00:01

Membro de gangue acaba preso após tatuar cena de crime no corpo

Compartilhe: Twitter

Em 2004, um membro de uma gangue de Los Angeles, chamado John Juarez, acabou sendo assassinado. O processo foi conduzido por Kevin Lloyd, responsável pela divisão de homicídios, mas acabou sendo arquivado por falta de pistas.

Quatro anos depois, enquanto vasculhava algumas fotos de integrantes de gangues, o sargento Kevin acabou tendo sua atenção presa por um sujeito.

Sem camisa, Anthony Garcia, de 25 anos, trazia uma cena completa no corpo. A tatuagem ilustra os acontecimentos que originaram a morte de John Juarez.

A tatuagem mostra um helicóptero dando tiro em um amendoim em frente a uma loja de bebidas. A lógica da imagem aparece quando você conhece os apelidos dos envolvidos. Anthony é chamado de “Helicóptero” e John era conhecido pelo seu grupo como “Amendoim”.

Segundo a polícia, a tatuagem é tão reveladora, que descreve até a trajetória das balas e a posição em que o corpo de John foi encontrado.

Você pode estar se perguntando como Anthony deixou ser fotografado com tamanha facilidade. O problema é que ele foi detido em agosto de 2008 por estar dirigindo com uma carteira de motorista vencida.

Para acabar de vez com a sorte de Anthony, a polícia californiana armou uma cilada. Colocaram alguns policiais disfarçados numa sala e extrairam declarações bem comprometedoras. Anthony admitiu que havia abordado John e atirado nele.

De acordo com o Los Angeles TImes, a gravação foi usada para incriminar Anthony, que foi culpado por homicídio. Ele pode pegar prisão perpétua.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Inusitadas Tags: , , , ,

Ver todas as notas

17 comentários para “Membro de gangue acaba preso após tatuar cena de crime no corpo”

  1. suricat says:

    que burro!

  2. suricat says:

    eu ja vi um cara com um morcego tatuado na testa

  3. fbmete bala says:

    MMMMUUUIIIIIITTTTOOO BURRO MESMO KKKKKKKKK

  4. Junior Sousa says:

    Muito zebrudo…
    http://www.ferinha.com/

  5. Rodrigo says:

    Se fosse aqui no Brasil, os policiais iriam ser processados pela gravação ilegal (indução de provas ou sei lá o que!!!), pediriam anulamento da prisão por enganar o “coitadinho”, o advogado iria falar que ele ou foi forçado a falar ou era só um bate papo informal que nada tem de exclarecedor….

    • #Fzo says:

      E ainda, que as tatuagens não podem ser tidas como prova para um crime… Como os advogados gostam de dizer: – Seria inconstitucional.

      • Thati says:

        Concordo com o rodrigo eo #Fzo, além disso tudo, não devemos esquecer “os direitos humanos” que só se aplica aos bandidos, quem não se lembra que uns tempos atrás queriam implantar uma lei onde algemar bandido era constrangedor… Isso aqui nunca vai para frente.

        • mario says:

          Concordo que existe muita coisa errada na justiça do Brasil, mas o EUA não devem servir de exemplo pra ninguem, vale lembrar o caso O.J Simpson que claramente foi inocentado pq é uma celebridade e tem dinheiro.

        • André says:

          No Brasil, com a Constituição de 88, policial não pode “armar” uma situação para causar a prisão de vagabundo. Situações tipo “Anjos da Lei” nunca dão prisão aqui. Não é considerado flagrante, é considerado uma cena armada.

  6. Juan says:

    Calma aí, ele ta com uma cueca que é um cachorro? :O

  7. ulysses says:

    No Brasil a justiça só funciona “pró réu”.
    Prova ilícita não pode ser usada para incriminar, mas para defesa do réu sim.
    Onde está o princípio da razoabilidade nisso.

  8. TOTAL ALIEN says:

    MAIS UM CRIMINOSO E LIXO HISPANICO !

  9. Fu. dên. cio says:

    Se fosse brazuka seria paulista. Vai ser burro assim no parque são jorge!

  10. Afe.... says:

    hauahaahua….q burro…dá zero pra ele….huahauha

  11. cleyton says:

    Ai que burro, da zero pra ele

  12. valter guilherme says:

    Isso tipo de coisa é relativamente normal entre gangues de origem latina,como a MS 13(Mara Salvatrucha),por exemplo.

  13. leomarcavalheiro says:

    o sistema empurra os seres vivos para as prisões,para ter alguem para ser o bandido,que mente essa disperdissada,é lamentavél todos os dias perdemos jovens com capacidades de exercer funções de um futuro próspero.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo