Publicidade

Publicidade
22/06/2011 - 00:03

Rotting Hill: Produção feita por estudantes de pós-graduação mostra que até os zumbis amam

Compartilhe: Twitter

Os estudantes de Pós-Graduação da Escola de Design e Produções Avançadas 3D da Nova Zelândia fizeram um curta-metragem muito divertido que mostra a história de amor entre dois zumbis, protagonizados pelos atores Anna Hutchison e Jason Smith.

O filme levou 12 semanas para ser produzido e teve 22 inserções de computação gráfica e efeitos visuais. O resultado é absolutamente incrível.

De acordo com o blog da escola, o curta é um aceno para o gênero “apocalipse zumbi” que se popularizou nas telas de cinema e televisão.

No vídeo abaixo, você confere um making of do curta.

Autor: - Categoria(s): Hilário, Video Tags: , , , , ,

Ver todas as notas

8 comentários para “Rotting Hill: Produção feita por estudantes de pós-graduação mostra que até os zumbis amam”

  1. Lucas says:

    First* rs
    A hora que ela arranco a unha dele deu uma puta aflição!
    kkkkkkk

  2. Junior Sousa says:

    A cena do beijo imitando a clássica com macarrão é sensacional! Na boa, esse vídeo é muito bom!!!!
    http://ferinha.com/

  3. JJunior says:

    Muito loco

  4. Michel says:

    Muuuuuuito Legal…..
    Que zumbizinha heim,
    agora tem skol no blog, rsrsrsr

  5. comentarista says:

    10

  6. Jóia hein. Mas com certeza se o nosso amigo GUENZO olhasse ele iria se cagar de medo dos zumbies e ficaria muito estressado com isso!!! http://youtu.be/MoRrq4R-6GY

  7. Ide2 says:

    olha, uma das coisas mais idiotas q ja vi!
    por q todo mundo pegou as coisas q eram boas do jeito q eram e estão fazendo merda com elas?
    primeiro os vampiros agora os zumbis!!!!
    qual sera o proximo alvo?

  8. emer says:

    Mas que lixo é esse ?????

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo