Publicidade

Publicidade
24/06/2011 - 00:01

Homem rouba US$ 1 para ir preso e receber atendimento médico

Compartilhe: Twitter

James Verone, um americano de 59 anos, tomou a decisão mais arriscada da sua vida. Para conseguir atendimento médico ele entrou em um banco e deu voz de assalto. A ideia era ser preso para conseguir ser atendido pelos médicos.

Segundo o Huffington Post, ele chegou até o banco com um bilhete escrito: “Isso é um assalto, por favor, só me dê um dólar“. Verone ainda falou com o caixa que estaria sentado em uma cadeira esperando a polícia.

Verone, que está desempregado, tem um problema no peito, nos discos e no pé esquerdo.

Cortney Boyd Myers, que escreveu uma nota no The Next Web, disse que Verone fornece evidências claras de um sistema médico falho.

Embora Verone tenha buscado atendimento médico usando decisão tão extrema e de estar recebendo bons cuidados na cadeia, uma matéria do site Slate relata que os cuidados de saúde nas prisões norte-americanas é na melhor das hipóteses tão bom quanto um plano de saúde de baixa renda e, na pior, quase inexistente.

Apesar disso tudo, parece que ninguém quer fazer o mesmo aqui no Brasil.

Autor: - Categoria(s): Inusitadas Tags: , , , ,

Ver todas as notas

12 comentários para “Homem rouba US$ 1 para ir preso e receber atendimento médico”

  1. Junior Sousa says:

    A que ponto chega o ser humano. Fico imaginando esse tipo de situação. Já pensou se a pessoas seguissem essa prática para ter atendimento médico, que já é falho? Acho que não seria uma boa idéia fazer isso por aqui…

  2. Blumenau says:

    Aqui no Brasil se alguem quiser ter um atendimendo “meia boca” tem que pagar plano de saude, mas se quiser ser bem atendido, tem que pagar consulta “particular”. Ja pagamos impostos (Que nao sao poucos) para termos saude, educaçao, estradas… e por ai vai, mas como vivemos num país governado por “canalhas”, o dinheiro da saude, educaçao e tantas outras prioridades acaba tendo outros destinos, ou seja temos que pagar “Dobrado” se quisermos ter atendimento medico decente.

  3. Michel says:

    Aqui no Brasil, os presidios tem comida com carne, eles tem atendimento medico, dentista… coisas que um trabalhador normal não tem…. pra se ter uma ideia, acho que a comida nos presidios devem ser melhor de que uma merenda escolar…….

  4. stribus says:

    a moda aq no brasil ja existe e ainda os presos ganham um salario maior que muita gente.

  5. Rodrigo says:

    Nossa, se o cara tivesse uma doença transmissível pelo ar e fizesse isso aqui no Brasil, do jeito que as cadeias são super lotadas, a doença sofreria uma mutação, a prisão ficaria em quarentena, em 2 meses metade da população carceraria do local seria dizimada, ninguem entrava e ninguem saia, seria algo tipo REC.

  6. Felipe says:

    E ainda existem os babaovos dos EUA. Saúde lá é privada, reclamamos muito da nossa, que falha as vezes mas funciona, lá porém uma grande parcela da população não tem acesso a saúde, é muito comum ver pessoas dos EUA com doenças graves não tratando por falta de dinheiro, aqui, eu nunca vi isso!

  7. Bruno Cavalcanti says:

    Isso sim que é país. Lá os caras são presos por roubarem U$$ 1,00. Aqui se roubam milhões todos os dias – e no entanto……….

  8. Nicolás says:

    Lamentável o ponto que chegou o sistema de saúde americano.

    E sim, situações parecidas acontecem no Brasil. Algumas vezes nem mesmo por saúde, mas por comida.

  9. Scareclown says:

    é claro que aqui ninguem quer fazer isso. aqui tem sistema único de saúde, que é o mesmo que atende detentos. lá não existe plano de saúde bancado pelo governo.

  10. Guilherme says:

    Por mais que vocês detestem o Brasil, acreditem, aqui o sistema de saúde é muito melhor que nos EUA.

  11. Diego says:

    Pelo menos em,alguma coisa somos melhores que eles

  12. lia says:

    POis é minha gente, o pessoam fala fala fala do Brasil, mas nao é todo pais que tem um sistema de saude gratuito; por pior que seja. Estive na indonésia onde o salario medio é de 70 dolares por mes. A esposa do porteiro do hotel teve um infarto e ficou 4 dias no hospital que é particular, pois nao existe hospital publico, era obrigada a pagar 60 dolares por dia. Despis de 4 dias eu disse ao porteiro ” a que bom que sua esposa saiu do hopital” e ele me respondeu ” bom nada. ela ainda esta muito doente, mas nao tinhamos mais dinheiro e ela foi EXPULSA do hospital” . Entao é verdade que o brasil tem muito que melhorar, mas esta longe d eser o pior

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo