Publicidade

Publicidade
21/07/2011 - 00:01

Empresa cria “mala-scooter” para quem vive com pressa no aeroporto

Compartilhe: Twitter

Correr com uma mala porque está atrasado para pegar o vôo é algo que causa pesadelo em muita gente.

Se você é uma dessas pessoas, pode comemorar. Uma empresa desenvolveu uma “mala scooter” que pode ser útil em situações de emergência.

Criada pela Micro Scooters UK, a mala esconde uma espécie de patinete na parte de trás. “Não é só uma opção mais saudável do que um carro, é uma ótima maneira de reduzir a emissão de carbono”, disse um porta-voz da empresa ao Daily Mail.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , , ,

Ver todas as notas

11 comentários para “Empresa cria “mala-scooter” para quem vive com pressa no aeroporto”

  1. Fabio says:

    Richarlison ia gostar. Certamente. Pq isso é coisa de BAMBI!

    • João says:

      Vendo seus erros de português, só pode ser da maloka …
      Não te culpo por não entender o que é aeroporto, só conhece CPTM, onde um vai engavetado no outro ….

  2. DaviNunkFoiSanto says:

    Não entendi….existe alguma Scooter que é movida a la Flinstones?????

  3. William says:

    Boa ideia, falta ter uma proteção na roda para não sujar o usuario quando dobrar a scooter…

  4. bob says:

    “Não é só uma opção mais saudável do que um carro, é uma ótima maneira de reduzir a emissão de carbono”

    Fiquei imaginando alguém indo para o Aeroporto de Confins com essa parada!

  5. marcos brandão says:

    Falta um p#%$@ pra essa bicha sentar ja que ele não quer correr….

  6. Rafaella says:

    Odeio spam tanto quanto você, mas essa é mesmo irresistível)

    Fikdik *querido*:

    Ganhe dinheiro realizando pesquisas!!!
    R$10 de cara, só por se inscrever!!!
    http://www.wibi.com.br/cadastro/?amigo=100194

    $$$ DINHEIRO GRÁTIS $$$

  7. BIRÔ says:

    ISSO É PIADA PRA RICO ENTENDER ¬¬

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo