Publicidade

Publicidade
13/03/2012 - 00:01

Alguns dos registros futebolísticos mais bizarros do Brasil

Compartilhe: Twitter

Oeste FC x A.C. Pinheiros (divisão de acesso de Joaçaba –  município do estado de Santa Catarina): Público zero

Jogo sem público pagante, estádio com banheiro compartilhado com bar, jogo sem bola. Estes são alguns dados bizarros que nosso futebol coleciona. Como nem todo mundo tem a oportunidade de ser bem sucedido no futebol, sobram as pérolas…

Barbalha F.C x C.E. União (3ª divisão CE): Público zero

A.E. Cadense x A.A. Goiatuba (2ª divisão campeonato goiano – Jogo em que o Túlio Maravilha participou): 1 pagante

Jardim Sport Club x Paracuru Atletico Clube (3ª divisão do campeonato Cearense): 1 pagante

A.C. Pinheiros S.C x EC Internacional (Divisão de acesso de Jaraguá do Sul – SC): Público zero

Associação E. Tiradentes x Itapipoca EC (1ª divisão do campeonato Cearense): 22 pagantes

Associação Tiradentes x Guarani E. Clube (1ª divisão campeonato Cearense): 13 pagantes

Árbitros perseguidos por torcedores.

Vestiário só havia um vaso sanitário para uso das duas equipes, dos árbitros e de um bar que funcionava no estádio.

Jogador expulso porque mandou o árbitro apitar “jogo de botão”

Jogo não acabou por falta de bola.

Jogador expulso por desfirir uma cusparada no rosto de um adversário “fora da disputa de bola“.

Via Pombo sem Asa

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Curiosidade Tags: , , , ,

Ver todas as notas

11 comentários para “Alguns dos registros futebolísticos mais bizarros do Brasil”

  1. Robott says:

    Futebol sempre uma caixinha de “boas” surpresas.
    E praticamente um espelho da sociedade.

  2. CJ says:

    Uma pena que não há espaço para a segunda eterceira divisão. Na Europa, estas divisões são trasmitidas pela TV regularmente, assim como é na primeira divisão. Eles tem patrocinadores tão bons quanto os da primeira. Os torcedores dos times pequenos, e de cidades do interior, não torcem de jeito nenhum para times grande e das grandes cidades. Por isso que o futebol lá fora é valorizado.
    Aqui o cara mora no Nordeste e torce pro Flamengo! Fala sério! Queria que este nordestino fosse pro Rio pra ver o que o povo de lá pensa dos nordestinos!
    E além do Futebol, também falta espaço par diversos esportes! Vamos sediar as olimpiadas e acho que metade da população não conhece outro esporte a não ser o futebol.
    Que cá entre nós anda uma porcaria!
    Cadê os craques que o Brasil costumava produzir????
    Antes tinhamos, Aldo, Dadá, Clodoaldo, Carlos Alberto Torres, Gerson, Pelé, Rivelino, Tostão, Piazza, só craque jogando lado a lado! Ou então Zico,Socrates, Falcão Dirceu, Serginho Chulapa! E também Romário, Bebeto, Cafu, Dunga, Tafarell, Leonardo e Ronaldo (ainda no Cruzeiro e jogando ua melhor fase).
    Hoje temos o Neymar, jogando sozinho… e um bando de pagodeiro que só quer saber de farra!

  3. Theokoles says:

    O correto é desfErir.

  4. Belotto says:

    O jogo de Joaçaba foi pela divisão de acesso de Santa Catarina. Terceira divisão do estado.

  5. bbot1 says:

    kkkkk… eu moro em joaçaba sc hauaha… kkkkkk boa… pelo menos lembram d jba por algum motivo hauaha

  6. Rebel says:

    Não sejam ingênuos, os caras malham os borderôs dos jogos pra embolsarem o dinheiro.
    Fazem isso em tudo quanto é jogo de tudo quanto é time.
    Você nunca foi num estádio lotado e o público divulgado era claramente menor do que realmente estava lá?
    Como tudo neste pais o futebol é uma mistura de incompetência com roubalheira

  7. renan says:

    estranho, nao apareceu nada sobre o santos

  8. gilsonbardin says:

    Huasauhsuahsuahus minha cidade ta ai jaragua do sul 0 pagantes vergonhas para o esporte.

  9. Ayahuaska says:

    Óia! Num é q o Rebel parece tá certo?
    Tinha pensado nisso ñ…

  10. leomac says:

    que dize que se cuspi durante a disputa de bola ta valendo kkkkk

  11. Matheus says:

    O Corinthians Roubaram obvio kkkkkk

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo