Publicidade

Publicidade
29/08/2012 - 00:01

Top 5 outdoors extremamente curiosos

Compartilhe: Twitter

Se você gosta de publicidade, deve ter reparado como existem outdoors extremamente criativos e curiosos espalhados por aí. Confira 5 deles e um pouco de suas histórias.


A Denver Water, através da agência de publicidade Sukle, produziu este outdoor para reforçar o consumo conciente de água.


Este cartaz foi colocado próximo de um cruzamento movimentado em Auckland, Nova Zelândia. Ele serviu para lembrar o lançamento do filme Kill Bill 2. A agência responsável é a Saatchi & Saatchi.


Anúncio bem bolado que ganhou o Leão de Bronze no Festival de Cannes, em 2009. Este é o prédio da Bolsa de Valores de Haitong, em Xangai. Ele é famoso pelo design arquitetônico em forma de onda. Criado pela Firstell Comunicações.


Esta foi montada pela agência de publicidade Ogilvy & Mathero, em Bogotá, na Colômbia.


Um clássico da publicidade alemã. A agência Vinividi usou pombos falsos para divulgar uma marca de lâmina de barbear.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , , ,

Ver todas as notas

5 comentários para “Top 5 outdoors extremamente curiosos”

  1. paulo igor says:

    O do Kill Bill 2 ficou top, o melhor na minha opinião

  2. Nina says:

    Tb foi a que mais me chamou a atenção.

  3. WILLIAN says:

    UMA MULHER QUASE NUA, CHAMARIA MUITO MAIS ATENÇÃO!!! INDEPENDENTE SE FAÇA OU NAO SENTIDO, OU SEJA ESSES PODEM SER BONS + ACHU QUE UMA MULHER QUASE NUA, SEI LA OLHANDO O CÉU EM 1 ANUNCIO PARA VENDER TENIS PÉ CHAMARIA MUITO MAIS ATENÇÃO…
    E EU COMPRARIA O PRODUTO HUASUHSAUHSASA

  4. Keehl says:

    Gostei pra caramba pq você dá detalhes sobre a propaganda, eu mesma ficaria boiando com a 1ª propaganda.. XD

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo