Publicidade

Publicidade
30/01/2013 - 12:45

Chinês consegue erguer 2 baldes com água usando as pálpebras

Compartilhe: Twitter

Wang Xianxiang, de 42 anos, é uma verdadeira celebridade na província chinesa de Hunan. Tudo porque ele consegue erguer dois baldes com água usando apenas suas pálpebras.

“Quando eu comecei era extremamente doloroso” disse Wang à NBC News. “Mas depois de muita prática, é apenas desconfortável” – e ele tem razão, é desconfortável até para quem vê.

E não para por aí. Entre outros talentos, Wang pede para que dois homens enrolam firmemente um fio de metal em torno do seu pescoço enquanto conversa com o público.

Para quem quer tentar fazer o mesmo, o chinês dá a dica: se você começar a treinar 30 minutos a cada manhã e 2 horas à noite, conseguirá tal façanha.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , ,

Ver todas as notas

5 comentários para “Chinês consegue erguer 2 baldes com água usando as pálpebras”

  1. BIG BENGA says:

    Obrigado, não quero a sua dica!

  2. Silvio Santos says:

    Valeu o show ?!

    Paga pra ele?!

  3. Robbot says:

    Imagina a palpebra rasgando e tirando uma fatia do rosto como uma tira de bacon.

  4. Jesus Cristo says:

    Não é nas pálpebras, é no osso!
    Ele apoia ali no osso da orbita ocular dai nao tem problema nenhum, só esmaga a pele, mas como ele treinou a pele fica dura.

    É algo um tanto quanto imbecil, mas nada de mágica ou surreal que mereça atenção.

  5. Daniel says:

    Queria ver ele prender esses ganchos como estão e piscar pra levantar os baldes, ai sim eu ia dar valor … agora só apoiar como bem explicou o cara que sabe de tudo (Jesus Cristo rsrs) não é nada tão fora do comum assim não, qualquer retardado tão ou mais do que ele faz …

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo