Publicidade

Publicidade
26/04/2013 - 14:51

Vídeo do mestre de Kung Fu furando aquário com uma agulha

Compartilhe: Twitter

Segundo o Mestre Evandro essa técnica se chama ‘Chi Kung’, termo de origem chinesa que se refere ao trabalho ou exercício de cultivo da energia. Neste vídeo, ele fura um aquário usando apenas uma agulha de costura. Incrível!

Via Sedentário

Autor: - Categoria(s): Incrivel, Video Tags: , ,

Ver todas as notas

14 comentários para “Vídeo do mestre de Kung Fu furando aquário com uma agulha”

  1. fabin says:

    só digo uma coisa!

    puta que pariu oneberto.
    não você oneberto.
    apenas uma forma de eu expressar surpresa pelo fato.

  2. Tiago says:

    Owlllllllllllllllllll e se isso acerta alguem? kkkkk

  3. Lauro says:

    Técnica é tudo…

    • Tiago says:

      Exatamente. Imagina apresentar isso para varias pessoas, a concentração que a pessoa tem que estar, a mão não pode tremer, suar..etc

  4. BIG BENGA says:

    Bom isso não é nada, furo até com a minha benga. Fiquei impressionado, para onde foi a agulha?

  5. Marcelo says:

    Quem será o primeiro a dizer: “comer mulher que é bom nada”?!

    • fabin says:

      depois dessa que ele fez, ele vai comer todas Kong-Fuzeiras da academia.
      .
      .
      e se esse cara jogar um prego em alguém? o cara pra andar armado é só encher o bolso com pregos. 15 pregos = pistola 9mm carregada. E prego nem arma branca configura.

  6. Próxima meta, furar um aquário usando um palito de dente.

  7. Nina says:

    Caramba, que técnica será essa 😮
    Já dá pra aplicar acupuntura à distância hehe

  8. Ulysses De Castro Silva says:

    Puxa! Acho que mais 5 anos ele consegue explodir planetas.

  9. julio says:

    Aqui em casa eu tambem consegui..

  10. Juh says:

    Acho que se acertar pelo olho de alguem vai facil até o cerebro

  11. thiago says:

    facil.. fiz aqui de boa…

    nem precisei de 5 anos.. ¬¬

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo