Publicidade

Publicidade
08/07/2013 - 00:03

Vídeo mostra briga tensa entre passageira e cobrador de ônibus, em Curitiba

Compartilhe: Twitter

Segundo o autor do vídeo, que é o cobrador em questão, tudo começou quando a passageira, que tentava passar com um cartão de gratuidade, se chateou depois que o funcionário pediu para ver a foto.

“Ela parecia muito saudável e não tinha nenhuma deficiência aparente ou mais de 65 anos, pois se eu deixar de cumprir essa obrigação e o cartão tiver queixa de furto ou roubo eu acabo pagando muita ou sendo punido”, escreveu ele.

Depois de iniciada a discussão, a moça decidiu ligar para a central de reclamações e revoltou-se ao perceber que estava sendo filmada. Confira o vídeo…

Via Sedentário

Autor: - Categoria(s): Flagra, Video Tags: , , , ,

Ver todas as notas

35 comentários para “Vídeo mostra briga tensa entre passageira e cobrador de ônibus, em Curitiba”

  1. wellington disse:

    Perdeu a razão ,pois agrediu a mulher sem necessidade,quando só poderia defender -se,o cara trabalha com pessoas e deveria estar treinado para esse tipo de situação,tomara que seja demitido .

    • Esquilo Manhoso disse:

      Pelo que sei, pela lei, se no trabalho, seja colega de trabalho ou cliente, lhe agredir, seja verbal ou fisicamente, você tem o direito de resposta e o que iniciou a agressão é que deve ser punido. No vídeo só mostra ela no chão depois, não mostra se ela deu um tapa nele pra ele fazer isso ou qualquer coisa do gênero.

      Se tiver alguém mais esclarecido aqui, por favor, me corrija.

  2. diogo disse:

    Perdeu a razão o ****** Foi bem feita mesmo… O cara ta fazendo o seu trabalho se pediu pa ver a foto so tem q motrar e pronto.. E depois ainda a se fazer de coitadinha ha vai toma no **

  3. ROlandro disse:

    Não tem nenhum supervisor por lá não?

    A discussão se estendeu muito…

  4. Diego disse:

    Ela agrediu primeiro! Agora as mulheres acham que podem bater em homem e que ele tem que apanhar quieto, sem revidar, por causa da Lei Maria Da Penha. Aí elas se prevalecem. Elas são capazes de agredir o cara e se fazer de vítimas depois! Ninguém tem sangue de barata! Bateu, levou.
    Pelo vídeo, tá certo o cobrador.

  5. raphael disse:

    perdeu a razao? vtnc.. é por pessoas como vc que a lei maria da penha está como está.. não tem como se defender sem agredir não.. ou queria q ele ficasse a segurando por meio século até passar o piti dela? homem nao pode bater em mulher, mas MULHER TB NAO PODE BATER EM HOMEM porra.. ou então nao sao todos iguais perante a lei..

  6. Nilton disse:

    Que belo exemplo para o filho ela deu. Né não?

  7. Rapha disse:

    – Moça, ele me deu uma pauzada.
    – Aproveita filha !

  8. Maiquera disse:

    Parecia a Chiquinha do Chaves: “- Ele me derrubou, me deu um soco, me deu uma pauzada….”…hahaha

    • Rafael disse:

      “E um tiro de canhão, depois uma bazuca e disse que ia detonar uma ogiva nuclear nas minhas calças”

  9. Wagner Nascimento disse:

    Cobrador despreparado para lidar com o público. Ao invés de tentar resolver a situação, estava querendo filmar para colocar em seu “orkut”. Além de tudo é covarde. Por mais que ele fale que foi para se defender, agiu feito animal. Em mulher só é permitido surra de amor. A não ser que o negócio dele seja outro.

    • Marcelo Dias disse:

      Você está enganado… O cara está tentando fazer o trabalho dele, como lidar com pessoa folgada e desequilibrada como essa mulher aí??

    • Diego disse:

      Se você realmente for Homem, não vai querer apanhar quieto de mulher. Aliás, se você pertencer ao sexo masculino, causa vergonha aos demais homens.
      Quando apanhar de alguma histérica, dê flores a ela. E ganhe mais tapas na cara.

  10. Ryan disse:

    As pessoas devem para com esse pensamento medíocre de um mal é justificado com outro. Se ela está errada deve pagar, mas ele agrediu a mulher de maneira violenta, portanto deve pagar também.

  11. Ryan disse:

    Sem contar que o mesmo demostra despreparo total para a função. Nesta profissão certamente ele lida com milhares de pessoas por dia, e loucos / espertinhos tem todos os dias. o que ele deveria ter feito era fechar a cabine onde ele estava e chamar o supervisor. Além disto no final destrata a criança que estava chorando e tentando impedir que ele saísse do local (da para entender pelo audio)

    Mas o mais engraçado é que ele é gago hahaha (da para perceber no vídeo da entrevista q ele da depois), mas ai na hora hahaha falou certinho haha

  12. Massayo disse:

    Eu já trabalhei com publico,e peguei gente igual ou pior que ela,mas NUNCA usei pedaços de pau e bicudas para me defender,muito legal isso de usar o erro dos outros para justificar o seu próprio…Era muito simples,só chamar o supervisor,e duvido que não tenha tranca nessa cabine!

  13. Elton disse:

    Parece bem claro que ela foi desmascarada e teve a reação explosiva. Tanto que o cobrador deu entrevista a um canal de televisão e ela se recusou a fazer o mesmo, nem para confirmar que ela realmente tinha direito a isenção apareceu.

  14. Mateus disse:

    Coitada da criança!
    Tem gente que não nasceu para ser mãe.

  15. Marcos disse:

    Acho é pouco, perdeu razão em momento nenhum!!
    Ela achou só por que era cobrador que era acima que ele, ele não está fazendo nada mais do que o trabalho dele e respeitando regras para zelar de seu trabalho.

  16. taketk disse:

    Se na rua é desse jeito, imagina na casa. Ta certo que criaram a lei maria da penha, mas dá licença, tem mulheres que merece levar mesmo.

  17. Alan Campbell disse:

    –Tem certeza mesmo? Minha sobrinha tem apenas três anos e é uma verdadeira pestinha.

  18. willian disse:

    hahahah que pobreza briga por passagem , eu tenho um amigo meu que e cobrador e não e facil a vida dos cara não . essa mulher deve ter problema na cabeça por isso o cartao de insento nao era mais facil mostra e acaba com a situaçao .

  19. SemNome disse:

    Tanto essa senhora quanto o cobrador foram boçais.
    Ela perdeu a razão ao tentar agredir o cobrador que estava apanhando e o cobrador por continuar a agressão.
    A lei Maria da Penha também resguarda homens que são agredidos.

  20. Moises disse:

    A melhor defesa é o ataque. Aliás, é o ataque o único modo de se defender; a menos que se tenha um escudo invisível como nos desenhos animados ou comerciais antigos de creme dental. Essa desequilibrada teve o que mereceu. Todos viram que foi ela quem partiu para as vias de fato. Teve foi muita sorte, pois se pega um camarada de sangue e cabeça quente, na pior das hipóteses teria levado um direto no meio do focinho. BATEU LEVOU, fofinha!

  21. emer disse:

    Tipica mulher barraqueira.

  22. Alexandre disse:

    Sou a favor do cobrador, não acho certo ser humilhado uma mulher irracional e descontrolada, ela não sabe limitar as palavras? Ela invadiu a área de serviço e ainda agrediu primeiro, ele apenas se defendeu… tenho certeza que agora vai fazer a denúncia que foi agredida de forma injusta! Trabalhador só se fode com clientes estúpidos!

  23. Maria disse:

    O cobrador duvida da titularidade do cartão? ok, ela mostra a foto no segundo 5 do vídeo. Diante disso ele se acha no direito de filmar a senhora (não tem!) E ela não tem obrigação de aceitar ser filmada.
    O fato da senhora ter tentado impedir o cobrador de filmá-la, não dá o direito a ele de bater nela com a madeira (segundo 31/32 do vídeo) em seguida empurrar e ameaçar ela com a madeira, gritar, xingar, empurrar e novamente ameaçar, agora verbalmente Ainda mais grave é o fato do cobrador no finalzinho do vídeo intimidar a criança com a madeira na mão e mandar o menino sair do local.
    Notem que, embora tenha sido ele a filmar, em momento algum a imagem capta ela agredindo ele fisicamente, nem ameaçando ou xingando.
    Todas as tipificações penais efetivamente executadas partem dele, e a ela não pode ser imputado crime algum caso não se prove que efetivamente “viajou de graça”. Sequer usou cartão de algum parente!! obviamente não se configurando em crime de furto ou falsificação de documento, por exemplo.

  24. A questão do “cartão” tem que ser analisada! Mas a questão da agressão partiu dela, ela provocou tudo isso, que se fosse um pouco mais paciente, NADA DISSO teria acontecido!

  25. TOTAL ALIEN disse:

    COBRADORES SÃO TAPADOS !!!

  26. Otavio disse:

    Todos ali deveriam respeitar era a criança

  27. Nina disse:

    Despreparado. Quem trabalha com o público deve estar preparado para situações que exijam jogo de cintura. Deveria ter dialogado, se ela continuasse alterada, ele deixaria ela falando sozinha e chamaria o supervisor. É melhor explicar friamente, pq se começar a discussão, vc se envolve pessalmente e aí sim desperta a raiva.

  28. Letícia disse:

    Tá, mas e aí? Ela tinha mesmo o direito de passar com o cartão de gratuidade?? Tava certa ou errada??

  29. Norival disse:

    Não conheço o local, mas entendi que ele está em uma cabine fechada. Porque ele saiu?

    Só me preocupo com a criança…

  30. D disse:

    Tá mais pra briga “tansa”

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo