Publicidade

Publicidade
04/02/2014 - 00:03

Ex-policial pede e é enterrado sentado na sua antiga moto

Compartilhe: Twitter

moto_harley_01
Billy Standley, um policial de 84 anos de Ohio, morreu de câncer no pulmão. Ele passou seus 20 últimos anos planejando seu enterro. Isso porque seu último desejo era ser enterrado com sua antiga Harley Davidson 1957. Um caixão de madeira e acrílico foi montado para que seu corpo embalsamado fosse enterrado sentado na moto.
moto_harley_02

moto_harley_03

moto_harley_04

moto_harley_05

moto_harley_06

moto_harley_07

moto_harley_08

moto_harley_09

moto_harley_10

moto_harley_11

moto_harley_12

moto_harley_13

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Fotos, Inusitadas Tags: ,

Ver todas as notas

40 comentários para “Ex-policial pede e é enterrado sentado na sua antiga moto”

  1. rose says:

    Se fosse aqui no Brasil abririam a cova pra roupar a moto.

  2. rose says:

    Desculpe-me o erro (roubar)

  3. astrubal says:

    kkkkkkkkkkkkkk pensei a mesma coisa

  4. edvaldo morias dacruz says:

    tem cada maluco neste mundo!

  5. ivolanda says:

    vocês poderiam passar o endereço certinho por favor, acho que consigo chegar a tempo de pegar a moto pra mim?

  6. Mothafucka says:

    mi mi mi mi.. se fosse aqui no Brasil…mi mi mi mi. Tipo de comentário Gerson do cacete. Lá tem bandido também irmão, a única coisa é que eles são em menor número e dificilmente você vai escutar ” If it was in EUA…”, a não ser que seja um elogio.

  7. Douglas says:

    SCARPA FEELINGS

  8. Filisbino Mattos says:

    Será que o cara era egocêntrico? um apenas maluco?

  9. RODRIGO says:

    Vai ser idiota assim lá longe.

  10. Diogo says:

    Acho que seria mais legal deixar a moto para os filhos como recordação do pai.

  11. Daniel says:

    será que encheram o tanque da moto pelo menos???

    • Rafa says:

      “Se fose no Brasil…” Será q vamos ter q passar a vida inteira lendo isso… Os caras consomem 50% da cocaína produzida no planeta, vcs gênios acham que isso entra lá como? Corrupção, simples assim, da polícia, da receita, do exército, dos políticos. O que não tem lá é metade da população sem saneamento básico e um sistema em que escola pública é só pra pobre e por isso ninguém cuida.

  12. oque says:

    Pois é, enquanto uns morrem tentando, outros conseguem até mesmo estando mortos.

  13. Pepe says:

    sera que a chave da moto tava no contato ??

  14. comentarista says:

    Os faraós do egito também tinham o costume de levarem os seus bens para o tumulo , incluindo suas esposas ainda vivas.

  15. Eduardo Dourado says:

    Sempre tem que ter esses comentarios,se fosse o Brasil,cara no mundo todo tem tanta pessoas honestas,como pessoas desonestas,mas pessoas como você e outras acabam estragando a nossa reputação como brasileiros,que já é nada boa,na moral se nós quisermos que o mundo nós vejam melhor temos que começar mudar nós mesmos.

  16. Ildo Silvério says:

    Tinha que ser norte-americano mesmo: o povo mais demente e sequelado da face da Terra!

  17. divino says:

    sou carreteiro e desejo ser enterrado com meu bitrem.

  18. Clarobapi says:

    Chupa Chiquinho Srcarpaaaaaaaaa

  19. Lucas says:

    Cara idiota ficou 20 anos planejando um enterro de merda desses.

  20. William Haddad says:

    justa homenagem….

  21. estela lisboa says:

    o extremo do apego material…

  22. O legítimo “Motoqueiro Fantasma” !!!!!!!!rsrs

  23. Ferreira says:

    o “marquetin” da HD é foda e sempre vai haver quem goste desse mito, e gosto não se discute….

  24. Pedro Paulo Zorzi says:

    Nao é so a moto nao que roubariam tambem sua roupa…….

  25. Paulo. says:

    E o IPVA?. Quem vai pagar?.

  26. Jackson L Pinheiro says:

    Certeza que roubariam essa moto no Brasil.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo