Publicidade

Publicidade
27/05/2015 - 15:06

Briga entre clientes e funcionário de Mc Donald’s no RJ termina em vidros quebrados e racismo

Compartilhe: Twitter

briga mcdonalds

Uma discussão ocorrida no drive thru de uma loja do Mc Donald’s, no Rio de Janeiro, acabou em vidros quebrados, discriminação racial e até agressão física. As cenas registradas por um outro cliente mostram dois homens discutindo com um funcionário da lanchonete que atende em uma janela. Duas mulheres, que acompanhavam os clientes, tentavam desapartar a briga sem sucesso.

Em determinado momento, é possível ver o funcionário dizendo que ele é trabalhador e não está ali para ser destratado. Em seguida, um dos envolvidos na briga o chama de “macaco”.

A confusão termina após uma das mulheres dizer que está machucada. Todos entram no carro e vão embora.

Dica do amigo Eduardo Barreto.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Flagra, Video Tags: , , , ,

Ver todas as notas

58 comentários para “Briga entre clientes e funcionário de Mc Donald’s no RJ termina em vidros quebrados e racismo”

  1. Marcelo says:

    Não sabemos o motivo da briga, mas o sujeito do carro perdeu qualquer razão quando chamou o atendente de macaco.

  2. Erica says:

    E o Rio de Janeiro continua lindoooooo…ai ai viu. Terra de ninguém e de gente mal educada.

    • walesson says:

      Estava lendo sobre o caso, e uma pessoa que presenciou o ocorrido disse que ele agrediu depois que um dos funcionários (o gerente) que na ocasião foi chamado de macaco, antes fez algum comentário homofóbico, e que segundo a mesma pessoa que fizera o comentário, os dois homens do carro eram homossexuais. Acredito eu que, por isso o homem que estava gravando incentivou falando que “estava com ele”, durante a gravação.

  3. Alex says:

    Pelo jeito só gente fina… playboys vindos da balada e enchendo o saco de quem trabalha.

  4. jesus do Direito oab says:

    ele cometeu o crime de injuria racial quando ofende só 1 indivíduo, e pela lei decreto iso 9001 eles terão que lutar na cúpula do trovão e infelizmente só 1 sairá.

  5. taro says:

    Pior de tudo foi o cara que gravou: ….”deixa se fod”…. esse é o nível de entretenimento q o diabo gosta.

  6. Vanda says:

    Cadê o Gerente? Deveria ter chamado a polícia e levado esse agressor e essas mulheres para delegacia e preso por ter chamado o rapaz que estava trabalhando de macaco. Se eu estivesse no local no ato chamaria a polícia para enquadrar esse agressor.

  7. Picasso says:

    Esses são os coxinhas, pró-golpe militar e eleitores do Aécio distribuidor de farinha…

  8. Frank Campos says:

    Esse FDP chamou o amigo de macaco!
    Quando ele trombar um cara que nem eu de dois metros de altura com 106kl. Ai ele vai ver quem é macaco essa mocinha.

  9. killwi says:

    A marreca saltitante querendo roubar a cena !

  10. Rodolfo Castelo says:

    O mais errado na história é o campeão que está filmando toda essa cena ridícula, típica de brezileiro vira lata que se acha o todo poderoso. Nem na Colômbia se vê gente assim com tamanha arrogância e falta de educação. Viva o brézil!

  11. Claudio says:

    Às acompanhantes dos brigões: “Diga-me com quem andas, que te direi quem és !!”
    Se vocês querem amigos/ namorados desse tipo, não reclamem no futuro quando algo de pior acontecer a vocês.
    Você colherá o que for plantado hoje !!!!

  12. Ronaldo says:

    No Brasil que sonho para meus bisnetos, o Ministério Publico solicitaria cópia do video, denunciaria o racista e os valentes e faria com que tivessem que meter a mão no bolso para indenizar o ofendido ou se arriscar a arrumar um namorado no presídio.

  13. Doutor Renato says:

    Bom, não sabemos o motivo do início da briga, mas o que parece?! Parece ser de manhã né?! Ou seja, plaboyzinhos drogados vindo da “balada”, que acham que são melhores que todo mundo querendo esculachar os pobres coitados, quase escravos, trabalhadores da multinacional de fast food!

  14. MARILENE says:

    Quer dizer que chamar de “filho da p…”também não é ofensa? Já não sei mais o que está correto neste país.
    Os dois lados estavam errados. Acho que todos devem aprender a ter respeito pelos outros.

    • leo says:

      Não vou nem comentar o nível de ignorância de um comentário desse…injúria racial é uma coisa, ofender com palavrão é outra.

  15. Claudio says:

    Esse playboy merece ser processado por injúria racial, sujeito mal educado. Esse desrespeito com eu já vi aqui em SP. Os atendentes em lanchonetes são constantemente desrespeitados. Não sei o que acontece, parece que as pessoas perdem o respeito por quem é trabalhador. Faça isso fora do Brasil pra ver a cana dura que pega.

    • Léo says:

      Concordo contigo, tem um pessoal que parece que sai de casa pra arrumar confusão com quem está trabalhando. Meu, não gostou do serviço, faz uma reclamação no sac e não volta mais no lugar. Simples.

  16. Gilmar says:

    É só mandar as gravações para a polícia que eles vão pagar pelo crime!!!

  17. Jorge says:

    O gerente foi cuzão deveria ter chamado a policia e ter colocado esses boyzinhos FDP na cadeia por discriminação racial..por isso é que fazem isso…

  18. gilberto de andrade says:

    Essa é a educação que os PTralhas estão deixando de herança para o nosso país. Falta de educação, divisão de classes, enfim tudo que nós não tínhamos antes do ladrão lula da silva assumir o governo com a sua quadrilha de ladrões e corruPTos

  19. Jacques da Silva Simões Filho says:

    Eu mesmo, já presenciei uma discussão no Mc Donald`s da Tijuca. Estava eu e minha filha na fila do Drive Thru e os atendentes não estavam dando a mínima importância no atendimento, até que começou um buzinaço, uma cliente saiu do carro e foi reclamar com a funcionária que estava no caixa e ela com mais outra que veio para dar uma força, chamaram a senhora de “sua vaca” e etc… a supervisora ao invés de afastar a funcionária do posto de serviço, puxou e ainda deu risadas pelo acontecido e foi uma baixaria generalizada, tudo isso em decorrência do péssimo atendimento que é oferecido. Quem estiver com dúvida, é só ir no período da noite e vão presenciar o descaso com os clientes.

  20. Vinicius Simoês says:

    Nada justifica a atitude destes jovens violentos, os homens agradindo um trabalhador, cometendo injúria racial e menosprezando um ser humano.
    Imagino o tipo de criação que estes jovens estão tendo em casa.
    Só ficará impune se a polícia quiser já que existe gravação do ocorrido.

  21. carlao says:

    esse pais nao vai pra frente por causa de gente assim e por isso que quanto mais eu conheco as pessoa mais eu confio nos animais.

  22. Victor Oliveira says:

    Tinha que ser os boys leite com pera marrento

  23. Marcelo Freitas says:

    A vítima de injúria racial pode e deve procurar o Ministério Público para fazer a denúncia, aproveitando-se inclusive do vídeo amplamente divulgado. Não deve ter medo de retaliação. A retaliação só ocorre quando a vítima fica quieta e não procura as autoridades, que estão aí para protegê-los dos agressores, que também cometeram lesão corporal dolosa. Vale fazer exame de corpo de delito também e levar as testemunhas do estabelecimento. Para abusos como esses não há justificativas. Há punições somente.

  24. aSTON says:

    Playboy e ainda querendo dar uma de machão por estar com a putona do lado e ela “Para, para” e ele continuando pra se mostrar o fortão e querer agredir quem trabalha e cantar de galo! LixoA

  25. Janaina says:

    Mais um playboy lutador de Jiu Jitsu. O RJ tá cheio de machões assim…batendo em trabalhadores, caras mais fracos e mulheres. No fundo é só mais um bundão. Mais um porco aguardando pra ser abatido.

  26. Vinicius says:

    Essa é a elite opressora que massacra o proletariado com impropérios, julgando-se serem melhores que os outros. Pior ainda é ver esse Zé Povinho querendo roubar a cena. Lamentável a educação do Brasileiro.

  27. Joao says:

    Vcs não sabem o que estão falando, eu estava presente no local, e infelizmente a gravação não mostra tudo, não estou defendendo o rapaz que o chamou de macaco, mas por serem gays, foram ofendidos de viadinhos bem antes de ofenderem!
    Mas uma vez repito ” o rapaz estava com toda razão é só perdeu quando o chamou de macaco.
    Realmente aquelas pessoas são muito despreparadas para estarem trabalhando ali, inclusive o agressor atendente era o “gerente”!
    Enfim precisamos saber de fato o que aconteceu antes de julgarmos.

    • sandro says:

      Mas, se o que tem à disposição é tão somente o vídeo, obviamente, as pessoas vão opinar com o que estão vendo. Se aparecer outro fato além daquele que é repassado, gostaríamos de saber para opinar tb.

  28. Gabriel says:

    o nível dos comentários está tão baixo quanto ou até mesmo pior do que o nível da cena protagonizada no vídeo…

  29. francisco says:

    Playboyzinho é assim …. quando tá acompanhado de mais uns ou umas fica macho pra caramba rsrsrsr se estivess sozinho dava até o lombo pro cara que ele destratou….são uns merdas mesmo tem que tomar muita porrada na cara idiotas… sou carioca, mas isso aqui tá uma verdadeira porcaria.. o povo não tá com mesda nenhuma e acha que estão por cima da carne seca… que porcaria,…

  30. P3dro Bilau says:

    Rio de Janeiro cheio de playboys filhos de uma puta.

  31. Sue says:

    Ja fui funcionaria do Mc Donal’ds e por diversas vezes fui xingada e humilhada por clientes. Todos em geral eram um bando de “Playba” bombado q vinham mamados da balada e ficavam tirando onda. Como se quem trabalha no Mc fosse lixo. Um rapaz deveria juntar uns 5 e dar um cacete nesse viadinho metido a marrento e fazer ele engolir o macaco q disse!

  32. Anti - play says:

    Bando de playboizinhos. Essas garotas devem gostar de ser bisca de malandro. E o pior que teve um mané que ficou pulando, parecendo que estava se divertindo com todo o papelão. Possíveis candidatos ao próximo Big Brother.

  33. William Haddad says:

    que Merdas que merdas

  34. Rafael. says:

    Engraçado, só falam de racismo, mas do cara dando vassourada no rapaz ninguém fala, povo hipócrita, escroto, no Brasil cliente está sempre errado, vc chega num comércio, com dinheiro, contribuíndo com o ganha pão do sujeito, eles te olham d cara feia e te atendem como se fosse um favor, aí o cliente perde a cabeça, e acaba xingando, o sujeito vem dá vassouradas no cliente e tudo mundo ainda acha que ele é a vítima da história, agressão física sim, que é perda de razão, muito mais do que xingamentos, quem mora no Rio de Janeiro conhece o péssimo atendimento de seus comércios, trabalhador não é coitadinho, ele RECEBE pelo trabalho, e se acha que o trabalho não presta, peça as contas, porque se ganhar mal fosse pretexto pra agredir os outros, viveríamos numa barbárie generalizada, e cliente é quem colabora com o ganha pão, não é elite escravagista coxinha, como esses comunas enfiam na cabeça desse povo ignorante.

    • Rodolfo Torres says:

      Boa resposta meu brother! esses esquerdinhas fdp invertem as coisas aqui, nao sabem do que se trata e começa logo a xingar o cara por ele ter um padrão de vida superior. acha q é trabalho escravo? fica em casa!
      é pobre e tem inveja de pessoas ricas?! chame de playboy fdp…
      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  35. Régis says:

    Poxa ninguem ligou pros traficantes ?

  36. Marcos says:

    É assim mesmo, começa a traficar ai compra um carro e quer ir no mac, não sabe como funciona fica irritadinho. Vai nadar na lagoa do fedor de freitas lá vai.

  37. Geremias says:

    Cara com Vassora na mão, vai tomar no cu, no meu caso ia ter chuva de bala

  38. Ian says:

    Gosto demais de ver playboy se fuder!

  39. Marcelo S. says:

    Parem de falar merda, um deles é meu primo e eles não são playboys, o funcionário os chamou de “viados” é claro que eles erraram em chamar o funcionário de “macaco” MAS PAREM DE FALAR MERDA E O QUE NÃO SABEM ELES NÃO SÃO PLAYBOYS

  40. Tata says:

    Esse realmente é o brasil, pessoas julgando as outras sem saber o que realmente aconteceu. De fato ele errou feio em ter chamado o atendente de macaco, mas antes de tudo isso eles reivindicaram seus direitos de fazer a troca o lanche, sem sucesso, logo, chamaram o gerente e também não conseguiram fazer a troca e se eles quisessem teriam que voltar para o final da fila depois de mais de 1 hora de espera, é de stressar qualquer um não?! Aí começou a “bateção” de boca e as agressões verbais, o atendende os chamou de viado, mandou tomar naquele lugar e deu no que deu… enfim…Um erro não justifica o outro, porém ninguém tem sangue de barata. E eles não são playboys, são tão trabalhadores quanto o atendende.

  41. jack says:

    eu vi um playboy com um carro de 70k destruindo o patrimônio alheio pq se desentendeu com cara que ganha um salário mínimo…

  42. Andre says:

    “EU PEDI SEM PICLES CARAALHOOOO!!!”

  43. Placido says:

    Rio é terra de gente mal educada, preconceituosa e arrogante. Esperar o quê?

  44. Hans says:

    Foi pra academia, tomou bomba demais pra ficar fortinho pras mina e agora se acha o fodão do Jiu Jitsu com seu carro zero km e as gata loira.

  45. vladvlasack@gmail.com says:

    Ele é gerente em uma famosa loja no shopping botafogo praia shopping…

  46. Playboy de direita says:

    eu nao entendo o porque que algumas pessoas(pobres qeu sonham em ser ricos) tentam xingar as pessoas de “playboy”… isso pra mim é elogio, ruim seria se me chamassem de mundiça!
    hahahahahaha

  47. criticamentecritico says:

    na crise até o burguês playboizinho fica bravo com mc jr 5 $ kkkkkk

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo