Publicidade

Publicidade
01/09/2015 - 12:00

Durante briga de trânsito, homem tenta agredir motorista, mas acaba se dando mal

Compartilhe: Twitter

briga_transito

Um sujeito envolveu-se em uma confusão de trânsito e decidiu partir para a briga. No ápice da discussão, ele chegou a tentar agredir o ocupante do outro veículo e foi contida por uma mulher, que também acabou levando a pior. Ele só não contava com o que viria depois…

Crédito

Autor: - Categoria(s): Flagra, Video Tags: , ,

Ver todas as notas

8 comentários para “Durante briga de trânsito, homem tenta agredir motorista, mas acaba se dando mal”

  1. Rodolfo Castelo says:

    Infelizmente, este é o perfil do brézileiro (o homem covarde agressor), estes brézileiros só resolvem na base da ignorância. Covardes, inúteis, alienados e sem educação, ainda falta muito ainda para que esses seres se encaixem no reino Animal para poderem serem chamados de animais. Brézileiro!

    • Paullo R. says:

      E o homem que estava no banco do carro é um frouxo. Deixou a mulher apanhar por ele.

  2. chico capitinga says:

    O moço, a chave ficou ali atraiz oh…

  3. Geyson Monte says:

    Isso é o que chamo de uma rápida ação policial. Ia passando na hora exata no momento certo. O covarde num instante ficou quietinho, quietinho. Era uma mulher e o covarde pensou que ia levar a melhor. Se estava bêbado ficou bom na hora. Parabéns para a dupla!!! Podia ser a minha mulher. Abração!!!

  4. Pedro Malta says:

    Se o carro tinha dois policiais e não era chapa branca… era carro particular, eu acho que esse maluco foi é pra vala ao invés de delegacia…

  5. comentarista says:

    O passageiro que a mulher tentou defender podia ser alguém doente.

  6. Paulo André says:

    Ganhou uma viagem no porta malas da viatura descaracterizada… kkkkkkkkkkkkkkk

    • Geyson Monte says:

      Lembrou bem, Paulo!!! E sabemos que naquela malinha ele comeu lenha. Abração!!!

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo