Publicidade

Publicidade
16/02/2016 - 00:02

Um acidente realmente triste

Compartilhe: Twitter

supercar_01

Este caminhão transportava 9 supercarros (caríssimos) através de uma rodovia na Europa quando, de repente, tombou na pista e… bem… é melhor você ver com seus próprios olhos.

supercar_02

supercar_03

supercar_04

supercar_05

supercar_06

supercar_07

supercar_08

supercar_09

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Fotos Tags: , ,

Ver todas as notas

16 comentários para “Um acidente realmente triste”

  1. Matheus says:

    Pelo estilo do caminhao guincho, eu acho que esse acidente aconteceu nos Estados Unidos. Muito triste mesmo.

    • Ricardo Neves says:

      Na verdade foi na França. Da para ver no casaco dos funcionários escrito DIR – Ile-de-France. Direction des routes Ile-de-France

  2. Geyson Monte says:

    Tenho pena do motorista. Vai levar pro resto da vida este trauma. Isso no mínimo foi sono. Tenho mais dó das máquinas.

  3. Rafael Santos da Silva says:

    Eu não acho triste, porque são carros…..

    Mas se for de uma única pessoa, é um grande prejuízo…

  4. Gustavo says:

    “Um acidente realmente triste” Humberto que inversão de valores é essa cara? São somente maquinas, que podem ser concertadas ou refeitas, triste mesmo é quando pessoas morrem em acidentes, ou isso não se encaixa na sua definição de “realmente triste”?

    • ONEberto says:

      Essa inversão de valores se chama “ironia”, ou você realmente acreditou que eu daria mais valor ao fato de carros terem sido amassados do que pessoas que morrem em acidentes?

  5. Rodrigo says:

    No colete ILE-DE-FRANCE.

  6. sergio says:

    triste é ver uma criança passando fome

  7. Safra says:

    Ficou bem claro a ironia do título, não sei o que o povo está se doendo aí..

  8. Rafael says:

    Tem seguro.

  9. Peterson says:

    Até em post assim esses mimimi todo? Geração chata da porra.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo