Publicidade

Publicidade
11/04/2016 - 00:01

Religião obriga goleiro a cortar o cabelo antes de jogo

Compartilhe: Twitter

goleiro

Uma cena curiosa chamou atenção do mundo do futebol esta semana. Durante um jogo na Arábia Saudita, o goleiro Waleed Abdullah, do Al Shabab Riyadh, foi proibido de jogar por, segundo as leis islâmicas, possuir um penteado excêntrico. O curioso, é que, comparando com os atuais penteados, o rapaz possuía um corte pra lá de comportado.

A religião islâmica considera os penteados “diferentes” uma ofensa, o que chamam de “fenômeno qazaa”. No vídeo é possível ver o goleiro e alguns membros da equipe tentando convencer um representante da religião, sem sucesso. Depois de algum atraso, o médico pegou sua tesoura e começou a cortar o que conseguia do cabelo do rapaz.




Autor: - Categoria(s): Bizarro, Video Tags: , ,

Ver todas as notas

6 comentários para “Religião obriga goleiro a cortar o cabelo antes de jogo”

  1. Geyson Monte disse:

    Absurdo!!!

  2. Diego disse:

    Senhor Humberto, eu sou muçulmano e acompanho sempre o teu blog. E hoje peço permissão para explicar 2 coisas muito importantes:

    1) Realmente o islamismo preza que seus seguidores vistam-se adequadamente e apresentem-se de forma adequada perante a sociedade. Por exemplo, que homens vistam-se como homens e devem fazer isso para respeitar a sociedade e merecerem respeito.

    2) A arábia maldita(digo saudita) não deve ser considerada exemplo para ninguém. Lá vive-se um conservadorismo do conservadorismo. Uma monarquia absolutista ao extremo onde existe a chamada “polícia religiosa” como visto nesta situação.

    diante dos fatos apresentados, quero explicar que isso que foi feito com o jogador é um absurdo total. Ele não estava com cabelo “improprio”.

    O islamismo praticado na arábia saudita é um islamismo irreal. Jamais pode-se ter eles como referência. E detalhe, a arabia saudita financia em outros países(inclusive no nosso amado Brasil) uma doutrina totalmente conservadora e repleta de proibições.

    Assim como existe o cristianismo conservador, existe o islamismo conservador.

    Espero ter esclarecido essa situação.

    O problema não é a religião e sim as pessoas.

  3. MAX MAX disse:

    PODE ISSO ARNALDO????

  4. bnê disse:

    Foi bom ver as explicações do Diego, mas no caso aí do goleiro achei exagerado, pois não mudou nada com essas tesourinhas. Penso que se não era para atrasar a partida, foi para se aparecer, mostrar que, digamos, nesse caso arrogantes.

  5. Paulo disse:

    Enquanto a religião dele cuidar da vida dele, sem problema algum. O problema começa quando as pessoas religiosas acham que todos os outros devem seguir os preceitos da religião delas.

  6. sheilo jailson disse:

    quem nasce num país desses ta pagando todos pecados de umas 10 reencarnações, deus o livre… como alguém consegue ter paz de espírito ao dormir num lugar onde não se pode fazer nada que não siga à risca como foi explicado por nosso colega leitor Diego?

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo