Publicidade

Publicidade
24/11/2016 - 11:31

Como é um supermercado na China; veja o vídeo

Compartilhe: Twitter

mercado_china

Todo mundo sabe que a cozinha chinesa é bem, digamos, exótica. Para ilustrar isso, um brasileiro fez um vídeo mostrando como é um supermercado comum por lá. É impressionante!




Via Xpock

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Video Tags: , ,

Ver todas as notas

12 comentários para “Como é um supermercado na China; veja o vídeo”

  1. João Vitor says:

    Minuto 3:43. Na etiqueta com o preço há também a logo do Carrefour.

  2. Pétrius Costa says:

    O brasileiro é Cardinot, apresentador de um programa policial em PE

  3. Chad Muska says:

    Humberto esse mercado fica no Japão e não na China,retifica lá ok!!

  4. Paulo Andre says:

    Show! rsrsrsrs

  5. Carla says:

    Eu sei que é a cultura deles, mas acho tudo muito sem higiene.

  6. Sensenso Tanaka says:

    É na China mesmo – o símbolo da moeda é igual ao Iene japonês porque a palavra foi importada da China: Yuan em chinês – significa “moeda redonda” . O nome oficial é renmibim – “moeda do povo”

  7. PAULO PERES says:

    BELO VÍDEO,MAS O CARA PARECE O F AUSTÃO

  8. João says:

    Sr. Chad Muska,
    É na China mesmo, apesar do ¥ nos preços.
    Lá também usa esse símbolo. Basta notar que no Japão não há quase nada que custe menos de 10 yen. Uma lata de refrigerante custa 120 yen no Japão.

  9. paulo henrique says:

    quer dizer que se o supermercado daqui fizer isso ou aquilo..o dono vai preso? ah tá…só se for em outro Brasil que nao conheço..

  10. Geyson Monte says:

    É o mestre Cardinot nos trazendo mais informações da China. Saudações policiais!!!

  11. Roberto Chaves Barreto says:

    Cardinot em suas férias kkkkkkkkk

  12. Jornalista says:

    Este jovem senhor aparenta estado de embriaguez moderada para avançado. As pupilas estão parecendo do gato de bota e a voz denota que está etilizado

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo