Publicidade

Publicidade

17/09/2014 - 00:02

Fotógrafo usa esferas inseridas pelo computador para mostrar que as minas destroem mais do que eles produzem

Compartilhe: Twitter

Em uma série chamada “Por que vale a pena”, o fotógrafo sul-africano Dillon Marsh leva sua câmera até algumas minas espalhadas pelos EUA e usa maquetes em CGI dos minerais explorados por elas para mostrar o que cada uma delas conseguiu explorar, em comparação com o que destruíram da natureza.

Kimberly Diamond Mine

mina_01
Operacional a partir de 1871, até 1914, a mina ocupava mais de quatro campos de futebol. Mas, apesar do enorme tamanho, ela só produziu 14,5 milhões de quilates de diamantes – pedras suficientes para preencher apenas três pequenos baldes.
mina_02
 
 
 

Koffiefontein Diamond Mine

mina_03
Esta mina de diamantes foi inaugurada em 1870 e fechada apenas no início de 2014. Ela não era rentável até o final do século XIX. Ela produziu meros 7,6 milhões de quilates de diamantes, mostrados aqui nessa pequena esfera. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Fotos Tags: , , , ,
Voltar ao topo