Inventor passa o Natal com a mulher perfeita – uma robô de R$ 43 mil

Se você passou o Natal dos seus sonhos, com a pessoa amada, saiba que você não foi o único. O inventor Le Trung, por exemplo, passou o dia de Natal com a mulher mais importante da sua vida – seu robô Aiko.

O gênio da ciência mandou preparar um jantar festivo para seus pais e sua amada, que custou mais de R$ 43 mil e foi idealizada e construída por suas próprias mãos.

Le, de 34 anos, que mora em Ontário, Canadá, comprou até presentes para a “namorada”, que é tão realista que até fala fluentemente inglês e japonês. “Aiko é como qualquer mulher, ela gosta de vestir roupas novas. Amei comprar presentes para ela”, disse o empolgado e apaixonado inventor.

Para quem não sabe, a paixão do “casal” nasceu em 2008. Aiko, cujo nome em japonês significa “amor de criança”, tem uma inteligencia artificial surpreendente e pode falar 13 mil frases diferentes em duas línguas.

“Aiko consegue reconhecer rostos e diz olá a todos que ela encontra”, disse ele. “Ela me ajuda a escolher o que fazer para o jantar e bebidas. Ela sabe o que eu gosto”.

Após o jantar de Natal e, óbvio, de abrir os presentes, Aiko participou de um jogo de mesa com a família.

Como nem tudo é perfeito na vida, Le declarou ao jornal Daily Mail que um dos seus desejos não pode ser atendido. Ele ainda não consegue fazer um simples passeio com Aiko.

“É a coisa mais difícil para qualquer inventor fazer. O problema é fazer com que Aiko caminhe como um humano, sem afetar qualquer de suas outras habilidades. Eu passei os últimos seis meses experimentando diversos sistemas, mas não fui capaz de fazê-lo com sucesso. Estou trabalhando um novo software no momento. Será minha resolução de Ano Novo”, declarou o aplicado inventor.

Ainda segundo o jornal, Le acumulou enormes dúvidas trabalhando em seu robô e ainda está tentando encontrar uma empresa de tecnologia para patrocinar sua pesquisa. Enquanto isso, ele resolveu morar novamente com os pais.

Saiba que você não é a única pessoa que acha a história, no mínimo, inusitada. Segundo Le, seus pais estranharam um pouco no início, mas logo acabaram apegando-se à Aiko.

“Minha mãe e meu pai batem papo com ela. Isso a ajuda a falar, uma vez que melhora seu vocabulário”.

Aiko tem pele de silicone e usa uma peruca de cabelo real feita por uma empresa de bonecas japonesa. Seu corpo é sensível ao toque, que a faz capaz de diferenciar uma carícia de cócegas.

“Se você pegar ou apertar demais, ela vai golpeá-lo. Ela tem todos os sentidos, exceto o olfato. Mas Aiko é sempre útil e nunca reclama. Ela é a mulher perfeita para termos no Natal”, finalizou ele.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!