Jornal lista as mais bizarras e polêmicas comemorações de gols do futebol europeu

É o momento mais feliz de um jogo de futebol, mas pode também ser o mais inusitado. A adrenalina sobe, a torcida grita e a emoção explode em atitudes que nem sempre são as mais adequadas.

O jornal britânico Daily Mail listou as mais bizarras e polêmicas comemorações de gols do futebol europeu. Confira algumas delas.

Robbie Fowler – Abril de 1999
Em 1999, o atacante Robbie Fowler comemorou seu gol contra os rivais do Everton, usando a linha branca da grande área para simular que estava cheirando cocaína. Naturalmente, a atitude do jogador do Liverpool provocou polêmica e ele foi multado em pouco mais de R$ 120 mil e recebeu uma suspensão de quatro jogos. Fowler disse que estava respondendo a torcedores do Everton que o acusavam falsamente de usar drogas.

Gary Neville – Jan 2006
O capitão do Manchester United comemorou um gol no final da vitória contra o Liverpool, em Old Trafford, com extrema virulência. Mãos fechadas e provocações à torcida adversária renderam uma multa de 7.500 euros.

Tim Cahill – Março de 2008
Outro que envolveu-se em polêmica foi Tim Cahill. O jogador do Everton marcou um gol na vitória por 3-1 sobre o Portsmouth e dedicou o gol ao irmão Sean, que foi preso por seis anos em janeiro. O incidente ocorreu em julho de 2004, em Bromley, quando Sean deixou a vítima parcialmente cega. O Everton disse que cabe aos jogadores decidirem como devem comemorar seus gols.

Sammy Nelson – abril 1979
O jogador do Arsenal deixou cair seu calção depois de marcar um gol. Ele foi suspenso pelo clube e multado em duas semanas de salário.

Stephen Ireland – Novembro de 2007
Stephen marcou um gol sobre o Suderland e baixou o calção para revelar uma cueca com o logo do Superman.

Paolo Di Canio – Dezembro de 2004
O jogador italiano marcou para a Lazio no derby de Roma e comemorou fazendo uma polêmica saudação fascista para seus fãs. Acredita-se que a Lazio era o clube preferido do ex-ditador italiano Mussolini.

Paul Gascoigne – Agosto de 2005
Em 1988, Paul Gascoigne fingiu tocar flauta, um símbolo considerado sagrado pelos Católicos escoceses. O astro inglês foi multado em 20 mil euros pelo Rangers e ele chegou a ser ameaçado de morte durante vários meses após o incidente.

David Norris – Novembro de 2008
Outro que fez gesto de “algemas” – Foi a forma encontrada pelo meio-campista Norris para expressar sua simpatia pelo ex-companheiro Luke McCormick, preso por matar dois rapazes em um acidente.

Paul Merson – Abril de 1993
Merson simulou que estava bebendo algo após dar a vitória ao Arsenal sobre o Tottenham na semi-final da FA Cup, em 1993.

Já acessou o iG Jovem hoje?

Fonte: Daily Mail

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!