Jovem japonês conquista bicampeonato após passar quase 10 horas masturbando-se

Atualmente, não existe um homem que goste mais de masturbação do que o japonês Masanobu Sato. O jovem de 21 anos é, pela segunda vez consecutiva, o campeão mundial de masturbação na categoria “duração”.

Para conquistar o bicampeonato, Sato precisou bateu seu próprio recorde, permanecendo – acredite – masturbando-se por 9 horas e 58 minutos.

A Masturbate-a-Thon é uma competição que reúne anualmente os maiores masturbadores do mundo (de ambos os sexos), visando levantar fundos para uma organização responsável por chamar a atenção para a educação sexual.

Para os interessados em chegar próximo ao recorde do bicampeão, ele deu algumas preciosas dicas no site Sfweekly.

“Minha imaginação fértil foi a chave para a minha vitória. Em segundo lugar, comecei a treinar bastante no Japão, logo depois que ganhei o título no ano passado. Comecei a nadar duas vezes por semana e ganhei cerca de 5 kg em músculos. Além disso, o Tenga (uma espécie de tubo de plástico, que segundo os fabricantes, são anatomicamente desenhados para serem capazes de recriar posições sexuais e dar ao homem as mesmas sensações do sexo oral) me ajudou nas longas jornadas de masturbação”, declarou ele.

Para quem acha que tudo isso é vergonhoso, Sato afirma que sua família sente orgulho dele. “Eles já sentiam-se orgulhosos desde o ano passado, quando ganhei o primeiro título. Agora, eles ficaram mais felizes ainda quando souberam que eu iria defender meu próprio recorde mundial”.

Para os organizadores, a masturbação faz parte da sexualidade humana e deveria ser ensinada.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!