Jovens ingleses criam câmera-robô e tiram curiosas fotos do mundo animal

Estimulados pelo desejo de obter fotos mais perto de magníficos animais africanos, os irmãos Matthew Burrard-Lucas, 20 e William, 26, construíram uma câmera-robô na garagem de casa. “Durante um ano trabalhamos no nosso ambicioso projeto de fotografar a vida selvagem de uma perspectiva única.

Queríamos colocar nossa câmera muito perto, mas era perigoso e imprevisível”, declarou William ao The Telegraph. Ele explicou que, tradicionalmente, este tipo de foto é tirada com armadilhas fotográficas – câmeras fixas acionadas quando o animal quebra um feixe de infravermelho. O problema como este método é que ele exige uma grande quantidade de tempo e sorte.

O veículo precisa ser capaz de atravessar o terreno acidentado, com uma carga pesada,o composta de câmera, lentes e flashes. “Tinha que ser de confiança. O ambiente severo necessita necessita de funcionamento por longos períodos sem recarregar a bateria”, admitiu.

A dupla encontrou alguns comportamentos animais inesperados com o projeto. “Nós pensamos que os elefantes seriam bastante simples para o primeiro passo da BeetleCam. Estávamos errados. Percebemos rapidamente que os elefantes são receosos com objetos estranhos e, devido à sua audição altamente sensível, é quase impossível deslocar o robô. Nós finalmente desenvolvemos uma técnica que envolve posicionar a câmera bem na frente do elefante e depois esperar para a abordagem em seu próprio tempo. ”

Búfalos adultos do sexo masculino estão velhos demais para competir por fêmeas. “Apesar de sua fama de ser imprevisível e agressivo, encontramos estes brutos totalmente despreocupados com o pequeno robô e alguns até apresentaram leve curiosidade.”

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!