Laudo médico revela que Sasha nasceu com anomalia genética

Xuxa Meneghel está processando o médico que realizou o seu parto há quatro anos atrás na Clínica São Vicente do Rio de Janeiro. Segundo os seus advogados, o obstetra Marcos Pantoja infringiu o código de ética ao divulgar os dados da ficha médica de Sasha, filha da apresentadora.

A direção da Clínica São Vicente se defende dizendo que a divulgação do boletim não foi intencional. Todos os boletins de saúde dos recém-nascidos são normalmente apresentados publicamente após o parto, mas no caso de Xuxa o sigilo foi requisitado pois sua filha nasceu com uma anomalia chamada Síndrome de Váter, mais conhecida como “doença do ânus imperfurado”. Nossa equipe entrou em contato com Flávio Guerra, geneticista da UFRJ, que nos informou que esta síndrome é comum em crianças concebidas in vitro. Segundo ele, uma membrana cobre o orifício anal do bebê, impedindo a saída das fezes. O procedimento para a correção da anomalia não é complicado e é feito com uma cirurgia plástica logo após o nascimento, perfurando a membrana e reconstruindo o ânus do paciente.

O fato teria passado em branco se o website da clínica não publicasse em abril deste ano todos os boletins médicos emitidos. Na quinta passada o jornalista Nelson Rubens recebeu por email o link para a página com os dados de Sasha e divulgou a notícia em seu programa vespertino, o TV Fama. Mesmo se dizendo inocente, a direção da Clínica São Vicente resolveu retirar todos os boletins médicos de seu site.

Como não tenho nada haver com isso, a fonte é essa…

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!