Mãe chama polícia porque filho adolescente não desligava o videogame

Se você é fã de jogos de videogame e ainda mora com sua mãe, certamente deve tê-la escutado várias vezes mandar desligar o game. Mas para Angela Mejia, paciência tem limite. A dona de casa, que mora em Boston, EUA, resolveu ligar para a polícia porque seu filho de 14 anos permanecia jogando durante a madrugada.

Segundo o jornal Boston Herald, a gota d’água para Angela ocorreu no último dia 18 quando, no meio da madrugada percebeu a luz do quarto do garoto acesa, horas depois que ela o tinha mandado dormir.

Desesperada e chorando muito, Angela disse que a paixão do filho pelos games a deixa muito desanimada. “Eu tenho apoio da minha igreja, mas estou sozinha. Eu quero ajudar meu filho, mas não consigo encontrar um caminho”, desabafou ela.

Angela disse que a decisão de ligar para a polícia surgiu quando ela percebeu que o garoto estava jogando “Grand Theft Auto”, o famoso “GTA”, cujo enredo violento ainda desperta várias discussões sobre sua liberação entre os menores de idade.

“Eu nunca iria comprar esse tipo de jogo. De jeito nenhum. Liguei (para a polícia) porque, se você não respeita sua mãe, o que você vai fazer na sua vida?”

“Os adultos tendem a ver os jogos de videogame como isolador de experiências”, explicou Lawrence Kutner, ex-diretor do Centro de Saúde Mental e Mídia do Hospital Geral de Massachusetts. “Jovens, sobretudo os garotos, tendem a vê-los como experiência social”.

Para evitar problemas, os policiais apenas sugeriram que o garoto desligasse o aparelho e fosse dormir.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!