Médico realiza cirurgia apenas usando mensagens de texto no celular

Isso mesmo, um médico amputou o braço de um adolescente usando mensagens escritas através de um telefone celular. David Notte, de 52 anos é voluntário da organização “Médicos Sem Fronteiras”, em Rutshuru, no Congo e viu-se numa situação inusitada: precisava salvar a vida de um garoto, mas não tinha experiência para realizar a cirurgia.

“Ele estava morrendo, tinha mais dois ou três dias de vida”, afirmou o médico.

O clínico percebeu que sua única alternativa seria amputar o braço ferido, que já estava com gangrena. Como nunca tinha feito tal procedimento, pediu apoio via SMS a um colega que estava em Londres.

“Eu sabia o que meu colega queria dizer com as mensagems, porque já haviamos realizado outras intervenções juntos”, explicou Notte.

De acordo com o diário Daily Mail, o garoto já recupera-se bem. “Nós só tinhamos um litro de sangue, um bisturi, um par de fórceps e não tinha certeza se o anestésico era forte o suficiente”.

Felizmente a cirurgia foi bem sucedida, caso contrário seria um absurdo sem tamanho.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!