Motorista é demitido por mandar 38 mil torpedos

Leszek Wojcik, motorista de ônibus polonês, foi demitido depois de mandar 38 mil mensagens de texto para um concurso. Detalhe: ele usou o celular da empresa nessa “brincadeira”.

Segundo Hubert Boba, porta-voz do transporte municipal da cidade de Slupsk, um motorista pode gastar por mês R$ 10 em ligações no telefone da empresa. Leszek gastou o equivalente a R$ 65 mil nos torpedos. O prêmio do concurso era de R$ 68 mil.

Eram cerca de 1.200 mensagens por dia. Cada uma custa R$ 1,60

Em uma entrevista ao canal TVN24, ele disse que sua intenção era comprar um segundo carro, caso ganhasse.

Mas ele não ganhou. “E agora estou sem trabalho”, lamentou.

Leszek Wojcik não é o único a fazer uma loucura em um telefone celular. Um outro americano, Thomas Martel, de 28 anos, é um homem grande. Por isso, tem dificuldades em usar pequenos aparelhos eletrônicos como seu novo iPhone, celular da Apple. Não tem mais. Ele diminuiu seu dedo com uma cirurgia.

“Desde meu velho Treo, para meu Blackberry, agora para o iPhone, tinha muita dificuldade para apertar as teclas certas, e sempre perdia algumas funcionalidades”, disse Martel. “Claro que a cirurgia saiu cara, mas vale a pena pelo enorme tempo que vou economizar no uso de tecnologias modernas. A cirurgia vai se pagar em dez ou 15 anos.”

O cirurgião Robert Fox Spars, que desenvolveu a técnica utilizada na operação, diz que a plástica deve ser útil para as pessoas. “A cirurgia vai ter uma aplicação prática fantástica.”

O procedimento médico envolveu duas incisões dos polegares de Martel. Ele teve os músculos das mãos alterados, assim como o tamanho das unhas. O novo dedo do americano parece agora afeminado, em comparação à mão, ainda grande.

“Mas ainda consigo fazer quase tudo o que fazia antes. Só abrir latas de molho de tomate é que se tornou um problema.”

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!