Mouse completa 45 anos; confira a evolução

Em 1962, Douglas Engelbart, do Instituto de Pesquisa Stanford, nos EUA, descreveu aquilo que viria a se tornar o mouse, um acessório que transformou a maneira como os internautas interagem com os computadores. Com esse protótipo nada ergonômico da foto ao lado, o inventor norte-americano tinha o objetivo de mudar a maneira como as pessoas manuseavam informações contidas em computadores.

O acessório foi patenteado em 1970, como um “indicador de posicionamento X e Y para monitores”. Uma roda era usada para “traduzir” o movimento do mouse para o movimento do cursor mostrado na tela. “Para Engelbart, essa era apenas uma parte de um sistema tecnológico muito maior, que tinha como objetivo facilitar o aprendizado e a colaboração global”, diz um texto do instituto de pesquisa SRI International, ligado à Universidade de Stanford até 1970, onde o inventor trabalhou.

Em 2000, o inventor desse dispositivo ganhou do então presidente Bill Clinton a Medalha Nacional de Tecnologia, um prêmio de reconhecimento a pessoas responsáveis por grandes inovações tecnológicos.

G1

Compare preços de:
Celular | PS3 | Webcam | Miniaturas de bonecos | Disco de Vinil | Fotografias antigas

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!