Mulher acusa médico de agressão após ele se recusar a usar máscara; assista

Na tarde desta quarta-feira (10/3) a professora e tatuadora Lia Costa, 43 anos, foi até o posto de saúde da cidade de Piracaia, interior do estado de São Paulo, apoiar uma família que precisava de ajuda para uma consulta psiquiátrica. De acordo com seu relato, ela pediu que o psiquiatra usasse máscara durante o atendimento e o mesmo se recusou. Foi então que decidiu gravar o ocorrido, quando o profissional arranca o celular da sua mão.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!