Mulher morre e passa 13 anos sem ser notada

Um fato inusitado ocorreu recentemente na Rússia. Uma mulher, identificada apenas por Praskovya morreu há 13 anos atrás e ninguém notou sua falta.

Praskovya, que tinha 67 anos, morreu deitada em um sofá e permaneceu mumificada durante todos esses anos porque vivia em uma região gelada da Rússia. A janela da sala aberta permitiu que os vizinhos não percebessem o cheiro forte.

Segundo os policiais, a morte só foi percebida porque os vizinhos reclamaram de um problema hidráulico no apartamento da aposentada. Após tentarem um contato com a moradora, sem sucesso, eles resolveram pedir ajuda à polícia. “Ela desapareceu muito tempo atrás. Inicialmente pensamos que ela estivesse em um hospital.”, comentou Victor Marichev.

O frio ajudou a conservar o corpo, disse um dos legistas ao Pravda.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!