Organização elege os 10 países que mais trabalham no mundo


Há algumas semanas, a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) divulgou uma lista com os países que mais trabalham no mundo.

Para quem não sabe, a OCDE é composta pelos 34 membros países mais desenvolvidos (mais a China, a Índia, a África do Sul, o Brasil e mais dois países).

Um detalhe deve ser observado na lista. Não foram apenas contadas horas trabalhadas em empregos formais, mas também horas trabalhadas “não pagas”, como o trabalho doméstico, por exemplo.

No Brasil, a jornada de trabalho é regulamentada pela Constituição Federal. Ela determina que a jornada não pode ultrapassar 8 horas diárias (salvo algumas exceções e convenções).

Confira agora quais são os 10 países que mais trabalham no mundo.

10. Eslovênia

Número de horas trabalhadas: 8,15
Com 8,15 horas de trabalho, a Eslovênia também possui a mais baixa taxa de desigualdade de renda da OCDE. O país também registrou uma grande queda no índice de mortalidade infantil na última geração. Mas, o país também possui o terceiro mais baixo índice em confiança nas instituições nacionais.
.
.
.
.

9. EUA

Número de horas trabalhadas: 8,16
Segundo a OCDE, os EUA ocupam apenas a nona posição entre as nações que mais trabalham. No entanto, eles possuem a renda familiar média mais elevada, depois de Luxemburgo. Mas a renda dos EUA está distribuída de forma desigual, fazendo a maior taxa de desigualdade de renda e pobreza relativa – 17,3% das pessoas são pobres, contra uma média da OCDE de 11,1%. Os norte-americanos têm uma expectativa de vida de 77,9 anos, inferior à média da OCDE de 79,3 anos, apesar de ter o maior gasto público e privado na área da saúde com 16% do PIB, muito superior à média do OCDE, de 9%.
.
.
.
.

8. Nova Zelândia

Número de horas trabalhadas: 8,18
Junto com Israel, Islândia e Turquia, a Nova Zelândia é um dos únicos países da OCDE com uma taxa de fertilidade em 2,14 filhos por mulher, sufiente para substituir a população na próxima geração.
.
.
.
.

7. China

Número de horas trabalhadas: 8,24
A pesquisa também inclui países não membros da OCDE, com a China, Índia, África do Sul e Brasil, porque todos são países que “intensificam o comprometimento em desenvolvimento” – o que significa que os membros da OCDE optaram por formar uma parceria mais estruturada e coerente com eles. A China possui uma das menores taxas de natalidade do mundo, igual à França e o Reino Unido. A taxa de natalidade média é de 1,54 filhos por mulher.
.
.
.
.

6. Áustria

Número de horas trabalhadas: 8,29
Com 8,30 horas, os austríacos têm na sexta-feira o maior tempo total gasto de trabalho, entre horas pagas e não pagas (a média da OCDE é de 8 horas). A Áustria também tem a quinta menor taxa de desemprego, com 4,8% – muito inferior à taxa média da OCDE, de 8,1%. Cerca de 7,2% da população tem poucos recursos financeiros ou classificados como em situação de pobreza.
.
.
.
.

5. Estônia

Número de horas trabalhadas: 8,36
Com 8,36 horas, os estonianos formam o quinto país que mais trabalha, segundo a OCDE. Com 3,52 horas, os estonianos também fazem o quarto maior tempo de trabalho não remunerado, só perdendo para a Turquia, México e Austrália, e bem acima da média da OCDE, que é de 3,28 horas.
.
.
.
.

4. Canadá

Número de horas trabalhadas: 8,37
Os canadenses têm a segunda maior taxa de “experiências positivas” segundo a OCDE, atrás apenas da Islândia. Isso significa que eles sentem-se descansados, com a sensação de que estão sendo tratados com respeito, sorrindo e fazendo algo realmente interessante no trabalho.
.
.
.
.

3. Portugal

Número de horas trabalhadas: 8,48
Embora algumas pessoas possam pensar que os portugueses vivam um descontraído estilo de vida mediterrâneo, na verdade são algumas das pessoas que mais trabalham no mundo. Os homens fazem quase duas horas de trabalho não remunerado, em comparação com menos de uma hora em outros países, como o Japão e a Coreia. Cerca de 60% da população portuguesa gasta o tempo na cozinha e limpeza, passando o terceiro maior volume de tempo em tarefas domésticas.
.
.
.
.

2. Japão

Número de horas trabalhadas: 9
A segunda nação que mais trabalha entre os países membros da OCDE provavelmente não impressiona ninguém. No Japão, a ética de trabalho é lendária. Os japoneses trabalham em média 9 horas por dia, enquanto a taxa de desemprego é de apenas 5,3%, bem abaixo dos 8,1% que a OCDE considera como média.
.
.
.
.

1. México

Número de horas trabalhadas: 9,54
Os mexicanos trabalham quase 10 horas por dia, mas também possuem o segundo maior nível de desigualdade de renda e maior nível de pobreza entre os países da OCDE.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!