Você sabe qual a origem do nome do seu carro?

Você já imaginou de onde vem o nome de alguns carros que circulam pelas nossas ruas? Com a ajuda da revista Mundo Estranho, listamos 10 pequenas histórias que mostram a origem dos nomes dos carros.

Palio

Para quem não sabe, Palio é uma tradicional corrida de cavalos realizada na Itália, desde 1238, em Siena. A ideia é transmitir a sensação de força, vitalidade, competitividade e velocidade, comuns num cavalo de corrida.

.

.

Fusca

Quando o carro mais popular do mundo começou a ser fabricado, percebeu-se que os operários tinham dificuldade de pronunciar seu nome em alemão. Rapidamente começaram a chamar “Volks”, ainda com certa dificuldade de pronunciar a letra “V” com som de “F”. Mais tarde o povo simplificou tudo e batizou-o de Fusca.

.

Gol

A Volkswagen gosta de batizar os carros com nomes que transmitam a idéia de atividade, força e normalmente escolhem algo associado ao esporte. No caso do Gol, apenas retiraram a letra “F” que era usada no Golf, na Europa. Caiu como uma luva, pois além de popularizar o nome, escolheram uma palavra que se encaixa bem quando pensamos em esportes aqui no Brasil.

Mercedes

Aqui, a montadora alemã resolveu homenagear a filha de um vendedor de carros que foi o primeiro cliente a encomendar um carro da Daimler. Em 1902, o motor foi batizado de Daimler-Mercedes.

.

.

Brasília

Esse quase todo mundo conhece. O intuito era homenagear o governador Juscelino Kubitschek, que teve participação fundamental na implantação da indústria aqui no Brasil e também evidenciar o lançamento de um carro totalmente brasileiro, atribuindo o nome da capital do país.

.

Fiesta

Como as montadoras adoram atribuir um conceito de dinamismo e alegria aos seus carros, nada mais justo do que colocar o nome de Festa, ou Fiesta no idioma espanhol. A Ford acertou em cheio!

.

.

Astra

Aqui, a Chevrolet fugiu um pouco do trivial e resolveu evidenciar os conceitos tecnológicos e estéticos. O nome Astra, assim como Prisma, tenta vender a ideia de um carro atual, moderno, conectado com o mundo.

.

.

Clio

Na mitologia grega, Clio era a musa da poesia épica e da história. Partindo desse ponto, a Renault decidiu mostrar o quanto supostamente seu carro era ligado a consumidores mais exigentes, dando a sensação de uma harmonia clássica e elevendo os aspectos estéticos e eruditos.

.

Twingo

Sem nenhum significado claro, a Renault declarou que o nome “evoca a felicidade e a alegria de viver, valorizando a simpatia”. Se você não teve essa sensação, pelo menos o nome marcou pela sua excentricidade. Um grupo de publicitários e especialistas em marketing foi responsável pela sua criação.

.

Civic

A intenção da Honda com esse nome é demonstrar o quanto seu carro é preocupado com o senso cívico. Conceitualmente, ele polui menos, reduz a emissão de gases e não desperdiça combustível.

Mais vídeos, fotos e notícias curiosas

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!