Os 10 esportes mais estranhos do mundo

1. Boxe com xadrez

Combinar o intelecto e a força física é o combustível desse esporte. Os concorrentes podem ganhar no tabuleiro ou entre as cordas, com um check-mate ou um knockout. Depois de trocar alguns golpes, se o competidor levar muito tempo para mover uma peça no xadrez, será automaticamente desqualificado. Em caso de empate, quem teve contagem maior no boxe ganhará a disputa.

2. Campeonato de carregamento de esposa

Os jogos são hospedados na pequena cidade de Sonkajärvi em Savo, na parte oriental da Finlândia. As regras não dizem muita coisa, basta carregar sua esposa e completar os percursos na frente dos demais. Os atuais campeões mundiais são da Estônia.

3. Rugby subaquático

O Rugby subaquático é jogado em uma piscina de 4m de profundidade. Duas equipes de 11 jogadores tentam conduzia uma pesada esfera à cesta adversária. Cada cesta está no fundo da piscina. O esforço na prática do esporte são incríveis.

4. Campeonato americano de ‘Tesoura corta papel’

A Associação Norte Americana de Tesoura corta Papel é uma liga oficial fundada em abril de 2006. O primeiro campeonato, aconteceu no mesmo ano em Las Vegas. Nos meses anteriores, foram feitas qualificações regionais durante todo o país, no final mais de 257 jogadores foram levados a Las Vegas para um torneio eliminatório. O vencedor recebeu $50.000. O torneio foi transmitido pela rede A&E.

5. Homem contra cavalo

Em Gales (região a sudoeste da Inglaterra) , existe uma competição que mede as forças de um cavalo e um homem numa maratona. Um curso de 22 milhas com bastante obstáculos e inclinações ingremes é traçado e os concorrentes (homens e cavalos) precisam superar os obstáculos. O último vencedor foi um fuzileiro naval, que treinou especialmente para o evento, faturando uma grande quantia de dinheiro como premio.

6. Mergulho na lama

Os concorrentes devem mergulhar nas águas sujas de um córrego. O nadador que fizer o percurso em menor tempo ganha a competição. O curioso é que são proibidas técnicas convencionais de natação.

7. Perseguição de queijo

Também conhecida como ‘Rolando o QUeijo’, este evento perigoso acontece todo dia 22 de maio em Gloucester, Inglaterra, no monte Cooper. O evento é centenário. Uma roda de queijo é lançada morro abaixo e uma dúzia de competidores lutam para alcançá-lo. O resultado de todo esforço, são vários feridos e membros quebrados. Quem agarrar o queijo ganha 15 minutos de fama, e o queijo!

8. Polo com cabras

O esporte nacional do Afeganistão é um dos mais bizarros do mundo. Ele é similar ao pólo tradicional, com duas equipes de jogadores em cima de cavalos e com os mesmos objetivos, a diferença é que ao invés de usar uma bola, usam uma cabra, cuja cabeça mais tarde é retirada. Os jogadores levam tão a sério que treinam intensamente durante anos, e muitos dos mestres já são idosos.

9. Hóquei no monociclo

O jogo tradicional, usando tacos de madeira sobre o gelo já parece difícil, imagina montado em um monociclo. Usando regras básicas do hóquei tradicional, o ‘uni-hóquei’ há alguns anos tornou-se sucesso na Europa e na Ásia, mas nos últimos anos perdeu força e hoje poucos entusiastas continuam praticando-o.

10. Sepak Takraw

É um dos esportes mais populares da Malásia e em algumas partes da Ásia. Não chega a ser tão bizarro quanto os outros esportes citados nesta lista, mas as habilidades atléticas requeridas chamam atenção, tornando-o um dos esportes mais complexos do mundo. Sepak Takraw é uma junção de futevoley com ginástica, tudo num único jogo. A bola do Sepak tem 16″ e é feito com hastes plásticas rígidas. As equipes são formadas por três jogadores separados por uma rede. Eles devem usar os pés, joelhos, ombros e cabeça para rebater a bola – mãos e braços não são permitidos. Os movimentos feitos pelos jogadores são de deixar qualquer atleta olímpico para trás.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!