Os jovens mais notáveis do mundo

Definitivamente os gênios são fascinantes. Pensam mais rápido e comportam-se de maneira diferente. Ao explorar o mundo deles, percebemos uma série de detalhes, que ilustram bem como conseguiram se destacar no mundo.

Listamos algumas feitos dos mais notáveis jovens do mundo.

Akrit Jaswal
Akrit Jaswal, de 15 anos, é um verdadeiro fenômeno. Ele começou a falar com 10 meses de idade, aos 5 anos já lia Shakespeare e aos 7 tornou-se médico, quando realizou sua primeira cirurgia, em uma garota de 8 anos, que ficou com os dedos deformados após uma queimadura.

Jaswal também tornou-se o mais jovem universitário da Índia a estudar na Universidade de Punjab, em Chandigarh na Índia. Ah, ele também já escreveu alguns livros no estilo “Gray’s Anatomy”, e manuais de cirurgia, anestesia, anatomia, fisiologia, câncer e outros.

Como na Índia as coisas adquirem proporções enormes, Jaswal já é considerado uma reencarnação. Ele é constantemente consultado pelos vizinhos e por moradores de cidades próximas, aplicando métodos de tratamento, receitas médicas e dicas sobre saúde.

Não satisfeito com todos os seus feitos, Jaswal já declarou que está trabalhando na cura para o câncer, baseando-se em teorias de terapia genética oral. É esperar para ver.

William James Sidis
Alguns consideram William James Sidis o homem mais inteligente que já viveu, com um QI estimado entre 250 e 300. Sidis começou a ler com 18 meses, escreveu quatro livros e falava fluentemente 8 línguas com apenas sete anos. Aos 11 anos de idade, ele foi aceito em Harvard, como parte de um programa para introduzir crianças superdotadas. O grupo experimental incluiu o Norbert Wiener, pai da cibernética, Richard Buckminster Fuller, e o compositor Roger Sessions. De todo o grupo, Sidis foi considerado o mais promissor. No início de 1910, seu domínio da matemática avançada era tal que ele deu uma palestra no Clube de Matemática de Harvard sobre corpos quadridimensionais

Após sua graduação Sidis teve um surto. Afirmou a repórteres que gostaria de viver em reclusão, como complemento da “vida perfeita”. Ele também admitiu em uma entrevista ao jornal Boston Herald que pretendia permanecer celibato e não casar-se, e afirmou não sentir-se atraído por mulheres.

Howard Phillips Lovecraft
Howard também foi considerado um jovem prodígio. Aos dois anos ele começou a recitar poesias e aos seis começou a escrever seus próprios poemas.

Seu avô encorajou os hábitos de leitura, tendo arranjado para ele versões infantis da Ilíada e da Odisséia, de Homero, e introduzindo-o à literatura de terror, ao apresentar-lhe clássicas histórias de terror gótico.

Lovecraft era uma criança constantemente doente. Seu biógrafo, L. Sprague de Camp, afirmou que o jovem Howard sofria de poiquilotermia, uma raríssima doença que fazia com que sua pele fosse sempre gelada ao toque. Devido aos seus problemas de saúde, ele freqüentou a escola apenas esporadicamente mas lia bastante.

Kim Ung-yong
Com 3 anos de idade, Kim começou a aprender cálculo diferencial. Não bastasse, aos 4, já sabia ler e escrever em japonês, coreano, alemão e inglês (a ponto de compor poesias nesses idiomas). Aos seis anos, o garoto foi matriculado na Universidade de Seoul e aos nove foi premiado com o título de doutor “Honoris Causa” em Matemática Espacial e Cálculo Diferencial.

Acha que acabou? Não. Aos 12 anos o jovem também recebeu “Honoris Causa” em Física Nuclear e foi considerado (simplesmente) o gênio mais completo da história da humanidade.

Gregory Smith
Perto de Kim Ung-yong qualquer jovem genio pode parecer criancinha. Mas Gregory defende causas bastante interessantes. Com 14 anos ele foi graduado com Honra no Randolph-Macon College – USA, com o título de Bacharel em Ciências Matemáticas. Cursa Phd em Ciências Matemáticas, na Universidade Virgínia – USA.

Ativista dos direitos internacionais das crianças, aos 10 anos de idade fundou a International Youth Advocates (Ativistas Internacionais para a Juventude), uma organização que promove a paz e a compreensão entre os jovens de todas as partes do mundo.

Atualmente Gregory praticamente vive para fortalecer e dar voz às crianças e jovens de tudo o mundo, aumentando a conscientização das pessoas sobre as necessidades das crianças na América.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!