Os mais curiosos olhos do mundo animal

Os humanos não possuem os melhores olhos do mundo. Alguns animais combinam o trabalho dos olhos com certa beleza. Aqui neste post estão algumas coisas que você precisa saber sobre alguns animais com olhos altamente especializados.

Corujas

Como muitos predadores, as corujas têm os olhos localizados bem na frente de seu rosto, que lhes permite uma percepção de profundidade excelente durante suas expedições de caça – principalmente em situações de pouca luminosidade. Curiosamente, porém, esses olhos enormes são fixados em suas bases e mal conseguem se mover. É por isso que a coruja precisa virar a cabeça.

Gecko

O Gecko, que é da família dos lagartos, tem que ser capaz de bloquear o sol durante o dia, mantendo a excelente visão noturna. Curiosamente, enquanto os humanos têm dificuldades em distinguir as cores ao luar, estes animais podem discriminar as cores, já que calcula-se que seus olhos sejam quase 350 vezes mais forte quando se trata de ver as cores.

Gavial

Os gaviais são criaturas muito antigas, praticamente fósseis vivos. Apesar disso, eles têm olhos muito bem evoluídos, localizados de tal maneira que eles podem manter quase toda a cabeça debaixo d’água e deixar seus olhos para fora. Seus olhos também estão prontos para visão noturna. Quando as luzes rebatem nas criaturas à noite, seus olhos refletem deixando-os brilhantes.

Hipopótamos

Os hipopótamos podem ver debaixo d’água com excelente precisão, mas o que realmente fascina é a camada clara de membrana que protege-os de sujeiras enquanto estão mergulhados.

Camaleões

Os camaleões possuem alguns dos mais originais olhos em todo o reino animal. Eles não têm pálpebra superior e inferior, apenas um cone com uma pequena abertura, grande o suficiente para suas pupilas. Cada cone pode ser girado em separado e o camaleão pode realmente olhar para duas coisas distintas em direções completamente diferentes ao mesmo tempo. Esta vantagem visual torna-os excelentes caçadores de insetos voadores.

Borboletas

Como na maioria dos insetos, as borboletas têm olhos compostos, que são constituídos por centenas de microscópios e lentes de seis lados que lhes permitem ver em todas as direções simultaneamente. Embora este tipo de visão impeça os insetos de verem as coisas em foco, as borboletas podem ver a luz ultravioleta, que é invisível aos olhos humanos. Este aspecto de sua visão ajuda a levá-los a flores cheias de delicioso néctar.

Caprinos

As pupilas das cabras atraem muita atenção, mas elas não estão lá por enfeite. A largura das pupilas permite que os animais enxerguem em um ângulo de 330º, em oposição aos seres humanos que geralmente veem em torno de um ângulo de 185º.

Sapos

Os sapos são conhecidos por seus grandes olhos, mas pouca gente sabe por que eles são assim. Eles ajudam o sapo a ver acima da superfície enquanto ele está debaixo d’água. Quando eles fecham os olhos, são cobertos pela pálpebra superior.

Chocos

Alguns dos olhos mais evoluídos em todo o reino animal pertencem ao choco. A forma estranha das suas pupilas (em forma de W) permite que as cores sejam registradas, além de poderem ver a polarização da luz, que permite perceber os contrastes mesmo com pouca luz. Enquanto os seres humanos reformulam suas lentes para ver melhor as coisas em foco, o choco remodela seu olho inteiro. Além disso, os sensores internos nos olhos permitem que as criaturas vejam os objetos à sua frente e atrás, ao mesmo tempo.

Huskies

Em forma de amêndoa, moderadamente espaçados e inseridos obliquamente, os olhos do Huskies Siberiano podem ser azul-escuro, azul, âmbar ou marrom. Em alguns cães, cada olho pode vir de uma cor.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!