Filme que deixou 70 pessoas feridas será lançado este ano. Veja o trailer

roar_01
Um filme repleto de animais selvagens e vários membros da equipe de produção machucados – este é basicamente o resumo de “Roar”.

Para quem não sabe, o filme foi rodado na década de 70. Em uma viagem à África, a atriz Tippi Hedren, seu marido Noel, e a filha do casal, Melanie Griffith, decidiram que deveriam fazer um filme sobre leões. Como naquela época não havia efeitos especiais tão avançados como hoje, eles resolveram morar com os animais selvagens. A coisa se tornaria mais real.

Apesar de gastarem US$ 17 milhões e terem dezenas de pessoas machucadas pelos animais, o filme não emplacou na época e foi engavetado. Para você ter uma ideia, até Melanie Griffith preciso levar vários pontos no rosto e fez uma cirurgia de reconstrução facial depois de sofrer um ataque.

CONTINUE LENDO

‘Gari gata’ carioca faz sucesso na web e descarta pretendentes

gari_gata_01

Desde a última semana, a gari carioca Rita Mattos está abalando corações através das redes sociais. Algumas fotos suas foram divulgadas através do WhatsApp e iniciou-se uma verdadeira busca por ela através do Facebook. Entretanto, ela jogou um balde de água fria nos prováveis pretendentes, dizendo, através do Facebook, que não faz questão nenhuma de conversar com eles: “EU NAO VOU ACEITAR NGM E MUITO MENOS PASSAR MEU NUMERO…. OK??”. E conclui dizendo que não é nenhuma celebridade. “Sou uma pessoa normal como qualquer outra… Não sou famosa, sou apenas gari”, finalizou.

CONTINUE LENDO

Presas, menores de idade debocham da situação

adolescentes_presas

Três garotas menores de idade foram presas pela polícia por furtarem uma ótica na cidade de Patos, na Paraíba. Ao serem entrevistadas, elas debocham da situação e afirmam que não pensam em trabalhar e que roubar é mais fácil. O curioso é que as três tem várias passagens pela polícia.

Repórter: “Essa vida tem futuro?”

Adolescente: “Tem, é só saber viver”

CONTINUE LENDO

A pegadinha do ex-cabeludo

pegadinha_cabelo

Um ex-cabeludo teve a brilhante ideia de fazer uma pegadinha com as pessoas que o conhecem. Ele passou a máquina na cabeleira, que cultivava havia três anos, preparou uma peruca com seus próprios fios e partiu para encontrar os amigos e parentes. Em um determinado momento do encontro, ele tirava a peruca. As reações foram as mais variadas.

CONTINUE LENDO

Durante julgamento, juíza descobre que foi colega de escola do condenado

juiza_condenado

Sabe aquele momento em que você reencontra um colega de escola? Pois é, foi mais ou menos isso que aconteceu na corte de Miami, EUA.

Arthur Booth foi preso por roubo qualificado, condução imprudente e por resistir a prisão. Levado ao tribunal, ele acabou sendo julgado por Mindy Glazer, que havia estudado com ele. O vídeo está em inglês, mas é bem simples acompanhar o diálogo.

Em dado momento, Mindy interrompe sua fala para fazer uma pergunta:

“Posso fazer uma pergunta? Você estudou na escola Nautilus?”

Booth começa a ficar nervoso e chorar de vergonha. E então a juíza completa:

“Este era o garoto mais legal na escola média, ele foi o melhor garoto no ensino médio”

E finaliza:

“Boa sorte para você, senhor, eu espero que você seja capaz de sair dessa numa boa e leva uma vida melhor”.

Crédito

CONTINUE LENDO